Por cadu.bruno
Rio - O consórcio Andrade Valladares/Topus, que perdeu a licitação para construção do Velódromo Olímpico, recorreu à Justiça para evitar a assinatura do contrato entre a prefeitura e a Tecnosolo Serviços de Engenharia.
Quer que seja analisada a situação financeira da empresa que, como o Informe publicou na quarta, é subsidiária da Tecnosolo Engenharia, em recuperação judicial desde 2013. O consórcio perdedor tentou impedir a abertura dos envelopes com as propostas. A Rio-Urbe alega que a vencedora está apta a participar de licitações públicas.