Shopping Leblon é criticado por fechar após ameaça de rolezinho

Estabelecimento foi chamado de 'preconceituoso', 'racistas' e 'elitista', por conseguir na justiça proibição do encontro

Por O Dia

Rio - O Shopping Leblon foi criticado em sua página no Facebook por avisar que não vai funcionar neste domingo. O centro comercial distribuiu uma circular informando que ficará fechado devido ao 'rolezinho', que estava previsto para acontecer no local durante a tarde.

De acordo com o comunicado, "a ação visa a segurança de todos os lojistas, clientes, funcionários e colaboradores do Shopping Leblon". O estabelecimento voltará a funcionar na segunda-feira.

Usuários da página apresentaram suas opiniões. Vários usuários classificam o shopping de "racista", "preconceituoso" e "elitista", por conta da tentativa da administração do centro de compras de impedir judicialmente o "rolezinho".

Página no Facebook convocando para o Rolezinho no Shopping LeblonReprodução Internet

Já na parte dos comentários, uma boa parte é de clientes avisando sobre a realização da manifestação, com demonstrações de preocupação, sendo que o último comentário data da última quarta-feira.

Decisão proibiu encontro

Na sexta, uma decisão judicial anunciada proibia o rolezinho marcado para o shopping. O despacho foi da juíza Isabela Pessanha Chagas, da 14ª Vara Cível. Nela, a magistrada estabelecia uma multa de R$ 10 mil a cada pessoa que desobedecesse a decisão.

“Diferentemente de logradouros públicos, os shoppings são prédios privados, havendo que se garantir o direito de propriedade, coibindo-se a ação de possíveis manifestantes que pretendam causar desordem pública, facilitando a prática de atos de depredação”, dizia um trecho da sentença judicial.

Além disso, a juíza alertou para o risco que o evento possa causar aos consumidores do shopping, que está autorizado a colocar avisos sobre a decisão em locais visíveis.

Últimas de Rio De Janeiro