Rio tem dois novos candidatos a santos

Nomeado cardeal, Dom Orani abre processo de beatificação de casal que teve nove dos treze filhos dedicados à vida religiosa

Por O Dia

Rio - O Rio pode ganhar dois santos. No último sábado, a Arquidiocese da cidade abriu o processo para beatificação de Zélia e Jerônimo, casal que morou na Tijuca e teve 13 filhos, nove deles dedicados à vida religiosa (se tornaram padres ou freiras). Hoje, após a missa das 10h na Igreja de São Sebastião dos Frades Capuchinhos, na Tijuca, em homenagem ao santo padroeiro da cidade, os restos mortais dos ‘Servos de Deus’ seguirão em carreata até a Paróquia Nossa Senhora da Conceição, na Gávea, onde serão expostos.

A Abertura Canônica do Processo de Beatificação dos dois foi assinada por Dom Orani na Paróquia Nossa Senhora de Copacabana.Com isso, o casal entra no mesmo ‘status’ da menina Odetinha, cujo processo de beatificação foi aberto em janeiro de 2013. Na primeira fase do processo, uma comissão arquidiocesana vai analisar documentos e ouvir pessoas relacionadas à vida dos candidatos a santos.

Jerônimo e Zélia se casaram em 1876 e moraram na Tijuca. Depois da morte do marido%2C Zélia ingressou na Congregação do Sacratíssimo Coração Reprodução

Zélia Pedreira Abreu Magalhães nasceu em 1857, em Niterói, e morreu em 1919, no Rio. Já Jerônimo de Castro Abreu Magalhães nasceu em Magé, em 1851, e morreu em 1909, em Carmo. Eles se casaram em 27 de julho de 1876, na Barra da Tijuca. Dos 13 filhos, quatro morreram e todos os outros ingressaram na vida religiosa. O mesmo caminho foi feito por Zélia. Quando ficou viúva, ela entrou para a Congregação do Sacratíssimo Coração, no Largo do Machado.

Dom Roberto Lopes, delegado arquiepiscopal para a Causa dos Santos da Arquidiocese do Rio, lembra que casais beatificados na Igreja Católica são raros. Segundo ele, chegou-se a pensar em abrir o processo apenas para Zélia, mas foram constatadas as virtudes de Jerônimo e o processo contempla os dois. “Zélia era mãe zelosa e Jerônimo era muito generoso. Pagava salário aos escravos e providenciava saúde e educação para eles.”

A primeira tentativa de tornar Zélia beata foi em 1937, quando Monsenhor Castelo Branco, então pároco da Paróquia Nossa Senhora de Copacabana, fez o translado do corpo para a igreja. “Grande multidão seguiu o cortejo. Não sabemos por que o processo não foi iniciado à época”, conta Dom Roberto.

Cerimônia no último sábado%2C em Copacabana%2C oficializou a abertura do processo de beatificaçãoUanderson Fernandes / Agência O Dia

Em outubro, a 3ª Assembleia do Sínodo dos Bispos, convocada pelo Papa Francisco, no Vaticano, terá como tema a Família. “É oportuno que a Igreja do Rio possa apresentar o processo deste casal que viveu o amor em profunda virtude matrimonial”, disse o presidente da comissão governamental da JMJ Rio2013, Luiz Carlos Pugialli.

- Programe-se no feriado

Metrô

O metrô vai de 7h às 23h.

SuperVia

Os trens vão circular entre 4h40 e 20h30, quando parte o último carro da Central do Brasil em direção a Japeri. O Teleférico do Alemão também funcionará hoje, das 8h às 20h.

Os passageiros podem consultar o horário e intervalo de todos os ramais nas estações e no site da SuperVia (www.supervia.com.br).

Barcas

Assim como ocorre nos domingos e feriados, a linha que atende a região de Cocotá, na Ilha do Governador, não vai funcionar. Na Costa Verde, o trajeto Mangaratiba-Ilha Grande será feito às 8h. No sentido contrário, a partida acontecerá às 17h30. Para quem sai de Angra dos Reis em direção à Ilha Grande, a viagem sairá às 15h30 e, no trajeto contrário, a saída da embarcação está programada para as 10h. É possível consultar os horários de cada ramal no site da concessionária (www.grupoccr.com.br/barcas).

Celebração

10h — Missa solene, celebrada por Dom Orani Tempesta, na Paróquia de São Sebastião dos Frades Capuchinhos, na Rua Haddock Lobo 266, Tijuca.

16h — Saída da procissão da Paróquia de São Sebastião, na Tijuca, para a Catedral Metropolitana (Avenida República do Chile 245, Centro). O trajeto vai passar pelas ruas Haddock Lobo, Estácio de Sá, Frei Caneca, Túnel Martins de Sá, Avenida Henrique Valadares, Rua da Relação e Avenida República do Chile.

17h — Chegada à Catedral: palavra e bênção (Dom Orani), abertura do Ano da Caridade e missa.

Missas festivas

Haverá missas às 5h, 6h, 7h, 8h, 10h, 12h, 15h, 16h e 18h, na Paróquia de São Sebastião dos Frades Capuchinhos.

Trânsito

Hoje, das 15h30 até o término da procissão, haverá interdição na Rua Haddock Lobo, entre a Avenida Paulo de Frontin e a Rua Estácio de Sá; na Travessa Rio Comprido, em toda a sua extensão; e na Rua Aristides Lobo, entre a Rua Barão de Itapagipe e a Rua Haddock Lobo.

As vias que ficarão em meia pista, das 16h às 17h30 de hoje, são Rua Haddock Lobo, Largo do Estácio, Rua Estácio de Sá, Praça Reverendo Álvaro Reis, Rua Frei Caneca, Túnel Martins de Sá, Praça Cruz Vermelha, Avenida Henrique Valadares, Rua da Relação e Avenida República do Chile. As ruas que ficarão em meia pista, das 19h às 22h de hoje, são Avenida República do Chile, Rua do Lavradio, Rua do Senado, Avenida Mem de Sá, Rua Frei Caneca, Avenida Salvador de Sá, Praça Vereador Álvaro Reis e Rua Estácio de Sá.

Últimas de Rio De Janeiro