Índices de violência em alta

Com exceção de roubo seguido de morte, ISP aponta aumento de todo tipo de crime

Por O Dia

Rio - Dos dez índices de criminalidade considerados pela Secretaria de Segurança Pública como os mais importantes para medir a violência no estado, apenas latrocínio (roubo seguido de morte) apresentou queda em outubro do ano passado em comparação com o mesmo mês de 2012, em todo o estado. Os dados foram divulgados nesta quarta pelo Instituto de Segurança Pública (ISP).

O tipo de crime que mais cresceu no período estudado foi roubo em ônibus, que vem apresentando aumento desde maio. Homicídio doloso continua crescendo desde março. Assalto em coletivo teve aumento de 67,7%. Em outubro do ano passado foram registrados 587 casos contra 350 no mesmo mês de 2012: 237 casos a mais.

O crime faz parte da modalidade de rua que engloba ainda assalto a pedestre e roubo de celular, que também cresceram. O primeiro teve aumento de 38%,2% em outubro de 2013 em relação ao mesmo mês de 2012. Foram 5.569 casos contra 4.029 — 1.540 ocorrências a mais.

Já roubo de celular registrou de 538 casos em outubro de 2013 contra 349 no mesmo mês em 2012, 189 casos a mais, um aumento de 54,2%. O índice teve o segundo maior aumento entre as dez modalidades criminosas destacadas pela Secretaria de Segurança.

Homicídio doloso teve aumento de 22,3% em outubro comparado ao mesmo período de 2012. Foram 70 casos a mais: 314 em 2012 e 384 ano passado. Lesão corporal seguida de morte registrou quatro casos em outubro de 2013. No mesmo período de 2012 não houve nenhuma ocorrência para o crime.

Auto de resistência aumentou 7 casos. Foram 31 registros em outubro de 2012 contra 38 em 2013. Já latrocínio teve queda de seis casos. Foram 18 registros em outubro de 2012 contra 12 no mesmo mês em 2013. Nessas três últimas modalidades, a Secretaria de Segurança não considerado cálculo percentual, devido ao número de casos.

Roubo a residência sobe 34,8% e furto de veículo aumenta em 14,8%

Roubos a residência e a estabelecimento comercial, furto de veículos e extorsão também aumentaram em outubro do ano passado, na comparação com o mesmo mês de 2012. Assalto a residência teve aumento de 31 casos.

Foram 89 registros em 2012 contra 120 em 2013, alta de 34,8%. Subiram 29,5% os assaltos a estabelecimentos comerciais em outubro de 2013 em relação ao mesmo período de 2012. Foram 544 registros em 2013 contra 420 contabilizados em 2012. 

Furto de veículos subiu 14,8%. Foram 1.382 casos em outubro de 2012 contra 1.586 no mesmo mês de 2013, mais 204 casos. Extorsão registrou 34 casos a mais em outubro de 2013 em relação ao mesmo mês em 2012, aumento de 25,2%. Foram 135 ocorrências em 2012 contra 169 em 2013.

Últimas de Rio De Janeiro