Por cadu.bruno

Rio - Moradores das zonas Norte e Oeste do Rio sofrem com a falta de energia elétrica na tarde desta terça-feira. De acordo com a Light, o problema foi ocasionado devido a uma anormalidade, registrada às 14h03, no Sistema Interligado Nacional (SIN). Segundo a concessionária, o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) solicitou o desligamento de 17 subestações da Light, que interrompeu o fornecimento de energia para aproximadamente 600 mil clientes.

A concessionária aguarda orientações do ONS para a normalização do sistema. As localidades com o fornecimento interrompido são: Bangu; Campo Grande; Guaratiba; Grande Méier; Jacarepaguá; Pavuna; Inhaúma; Irajá; Penha; Cascadura e Madureira. Algumas regiões da Baixada Fluminense, como Mesquita, Belford Roxo, Queimados e Nova Iguaçu, também sofrem com a falta de energia elétrica.

De acordo com o Centro de Operações Rio, neste momento, devido à falta de energia, pode haver sinais de trânsito com mau funcionamento em alguns bairros. Motoristas devem trafegar com atenção redobrada.  A Guarda Municipal está na região do Grande Méier e localizou três vias com problemas de sinal com mau funcionamento: Rua 24 de Maio, Avenida Marechal Rondon e a Rua Dias da Cruz.

Pelo Twitter, o Metrô Rio e a SuperVia informaram que a circulação nos transportes não foi interrompida por conta do problema. O comércio nas localidades afetadas pelo apagão também foi prejudicado. O NorteShopping, em Del Castilho, fechou as portas por volta das 15h20, quando houve queda de energia, segundo a assessoria de imprensa do estabelecimento. Aos poucos a energia estaria voltando em algumas lojas, que permanecem fechadas.

Seguidores de O Dia 24 Horas, reclamam da falta de informações e dos transtornos causados pelo apagão. Jussara Medeiros questionou o motivos da falta de aviso prévio. "Só quero saber se avisaram aos interessados, os consumidores?" Consumidores também questionaram a incidência do problema nos bairros das Zonas Norte e Oeste.

"Nenhum bairro da Zona Sul ficou sem luz? Nossa como eles tem sorte, ou será dinheiro?", disse a seguidora Kelly (@Menina_carioca). "O mais estranho das faltas de luz é que na Zona Sul a luz nem pisca", disse Jorge Ribeiro

A Ampla informou que 14 municípios da área de concessão foram afetados: Niterói, São Gonçalo, Magé, Araruama, Cabo Frio, Duque de Caxias, Iguaba, Itaboraí, Maricá, Petrópolis, Resende, Rio das Ostras, Saquarema e Teresópolis. Cerca de 280 mil clientes tiveram o fornecimento afetado. A concessionária informou que a interrupção ocorreu das 14h03 até às 14h50 e todas as regiões já estão com os serviços normalizados.

Outras cidades no Brasil também teriam sido afetadas pela queda no fornecimento, como São Paulo e Curitiba.  A Light informou, na tarde desta terça-feira, que o fornecimento de energia relativo às 17 subestações, foi totalmente normalizado até às 16h24. A Agência Nacional de Energia Elétrica e o Operador Nacional do Sistema Elétrico ainda não se manifestaram sobre o caso.

Falta de luz gera protesto na Avenida Pastor Martin Luther King

Um protesto interdita totalmente a Avenida Pastor Martin Luther King Jr, em Irajá, na Zona Norte, na tarde desta terça-feira. Moradores protestam contra a falta de energia elétrica. De acordo com o Centro de Operações Rio, a interdição ocorre na altura da Rua Jucari, no sentido Pavuna.

Motoristas podem realizar desvio pela Estrada Coronel Vieira e pela Avenida Monsenhor Félix. Manifestantes estariam ateando fogo em objetos na pista. Há retenções.

Você pode gostar