Filho de Eduardo Coutinho recebe alta de hospital

Daniel Coutinho confessou o assassinato do pai a facadas.

Por O Dia

Rio - Daniel Coutinho, filho do cineasta Eduardo Coutinho, recebeu alta nesta quinta-feira do Hospital Municipal Miguel Couto, na Gavéa, Zona Sul do Rio, onde estava internado desde domingo. Ele deixou a unidade de saúde sob custódia da Polícia Civil. Segundo os agentes, Daniel confessou ter assassinado o pai a facadas no apartamento onde viviam, no Jardim Botânico.

O delegado Rivaldo Barbosa, da Divisão de Homicídios (DH), informou que aguarda pela melhora da víuva do documentarista, Maria das Dores Coutinho, para que possa ser ouvida. Maria das Dores escapou do ataque de Daniel porque conseguiu se trancar no banheiro do apartamento. A especializada vai solicitar um exame de sanidade mental em Daniel. O outro filho do casal, Pedro Coutinho, também deve prestar depoimento.

Ainda segundo Barbosa, Daniel passaria a noite na delegacia e seria levado hoje para a a sede da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), em São Gonçalo. Após passar por triagem na unidade, ele será encaminhado para o sistema penitenciário

Corpo do cineasta Eduardo Coutinho foi enterrado no Cemitério São João Batista na última segunda-feiraFoto%3A Alexandre Vieira / Agência O Dia

Segundo Barbosa, Daniel ainda tentou se matar com duas facadas no abdômen. O delegado ressaltou também que não há relação direta entre a doença mental e a prática do crime e que, para a equipe, não há mais dúvidas sobre o caso.

Cineasta foi morto a facadas

O cineasta foi assassinado a facadas em sua casa na Lagoa, Zona Sul do Rio. Segundo Rivaldo Barbosa, um dos filhos do documentarista, o jornalista Daniel de Oliveira Coutinho, de 41 anos, foi o responsável pelo crime. Daniel também teria tentado matar a mãe e se matar.

Eduardo Coutinho foi morto a facadas dentro de casaDivulgação

O crime aconteceu por volta das 11h. Quando os bombeiros chegaram, minutos depois, o cineasta já estava morto. Em entrevista coletiva na noite de domingo, o delegado afirmou que Maria das Dores de Oliveira Coutinho, mulher de Eduardo, só conseguiu se salvar porque se trancou no banheiro e de lá ligou para outro filho. Ela levou duas facadas na altura dos seios e três no abdômen e também foi levada para o Hospital Miguel Couto.

Corpo de Eduardo Coutinho foi enterrado no Cemitério São João Batista

O corpo de Eduardo Coutinho foi enterrado no Cemitério São João Batista, em Botafogo, na Zona Sul do Rio, por volta das 16h20 da última segunda-feira. Durante a despedida ao cineasta, os presentes aplaudiram por 10 minutos.

Heloísa de Oliveira Coutinho, de 78 anos, irmã do cineasta, relatou que foi avisada da tragédia por um dos filhos de Coutinho."Preferiram me ligar para que eu soubesse da notícia por meio da família e não pela imprensa", disse. Moradora de São Paulo, a irmã afirmou que o cineasta "era um cara engraçado, ótimo pai e que tinha muito orgulho dos seus filhos". Segundo ela, Daniel chegou, inclusive, a trabalhar em um filme do pai.

Últimas de Rio De Janeiro