Agentes federais promovem 'algemaço' na Praça Mauá

Protesto sinaliza para os problemas de segurança, boicote ao governo federal e melhores condições de trabalho

Por O Dia

Rio - Agentes federais promoveram por volta das 11h desta sexta-feira um "algemaço"  em frente à sede da Superintendência Regional da Polícia Federal (SR), na Avenida Rodrigues Alves, na Praça Mauá. O prostesto organizado pelo Sindicato dos Servidores do Departamento de Polícia Federal no Estado do Rio pede por melhores condições de trabalho, uma reestrutura da corporação em todo o país, principalmente na região de fronteira, onde as condições são decadentes.

"Falta viatura, falta equipamento, às vezes o agente tem que retirar o dinheiro do próprio bolso para pagar o combustível. Também não há local para colocar as apreensões", disse a assessoria do sindicato. 

Agentes federais fazem protesto na Praça Mauá%40Leidetransito

Os agentes penduraram as algemas como uma forma de demonstrar a desmotivação na profissão. Eles alegam que não existe um plano de carreira para os agentes, escrivães e papiloscopistas. O salário está congelado há 7 anos e só em 2013, 230 funcionários deixaram a profissão. 

O ato também sinaliza para o boicote do governo federal  e faz um alerta à sociedade para graves problemas que afetam a segurança, entre eles a redução de efetivo. 

Todos os agentes estavam vestidos com camisa preta com a inscrição “SOS Segurança”, em amarelo.


Últimas de Rio De Janeiro