Disque-Denúncia divulga cartaz com suspeito de executar jovem na Baixada

Homem deu três tiros na cabeça de vítima em plena luz do dia

Por O Dia

Rio - O Disque-Denúncia lançou, na tarde desta sexta-feira, um cartaz com recompensa no valor de R$ 2 mil por informações que levem a localização e prisão de Douglas Idael Pereira Ramos, identificado pela 54ª DP (Belford Roxo) como o atirador que matou, com três tiros em plena luz do dia, o jovem Igor de Oliveira Falcão, 20 anos. Ele já tinha sido preso em setembro de 2010, por assalto com arma de brinquedo.

Douglas é acusado de matar Igor Oliveira com tiros à queima roupa na cabeçaDivulgação

O caso está sendo investigado pela 54ª DP. No mesmo dia 23, outro jovem, Vitor Fernandes, 18, foi morto na mesma região, pouco depois da morte de Igor. As duas vítimas estariam juntas na área, onde teriam tentado praticar assaltos

Cabral prometeu empenho para combater 'justiceiros'

O governador do Rio, Sérgio Cabral, prometeu ontem empenho das forças de segurança para identificar e prender integrantes de grupos que se autointitulam ‘justiceiros’ e que vêm atacando em série supostos criminosos e moradores de ruas — muitos deles, menores de idade. Durante inauguração da primeira Unidade de Pronto Atendimento (UPA) pediátrica do estado, em Duque de Caxias, Cabral disse que não admite poder paralelo em seu governo.

“Nós vamos investigar e prender essas pessoas que tentam fazer justiça com as próprias mãos. Nós não admitimos isso. Poder paralelo no meu governo é inadmissível. Não tem acordo com milicianos e justiceiros”, disse o governador, ao comentar vídeo divulgado pelo jornal ‘Extra’, ontem, que mostra a execução de um homem, em plena luz do dia, em Belford Roxo, na Baixada

O jovem assassinado à queima-roupa com tiros na cabeça, por homem que estava na garupa de uma moto, na Estrada Plínio Casado, no bairro da Prata, em Belford Roxo, no dia 23 de janeiro, é Igor Veras de Oliveira Falcão, 20. Ele já tinha sido preso em setembro de 2010, por assalto com arma de brinquedo.

Últimas de Rio De Janeiro