Por marcello.victor

Rio - Cinco menores - com idades entre 13 e 17 anos - foram apreendidos por policiais do 2º BPM (Botafogo) acusados de roubar mãe e filho no Aterro do Flamengo, na madrugada deste sábado. Com eles foram apreeendidos quatro telefones celulares, dinheiro e uma faca usada para ameaçar as vítimas.

Segundo o montador de móveis Rivernay Araújo, de 33 anos, ele conversava com Maria Elza Araújo, 54, na mureta da Marina da Glória quando o grupo de menores se aproximou. Um deles anunciou o assalto. A vítima tentou argumentar, mas um dos jovens ameaçou a mãe dele com uma faca. O homem teve um celular, R$ 50, o maço de cigarros e o isqueiro roubados. Dela foram levados dois telefones, fone e carregador.

Os PMs foram alertados por populares sobre a presença suspeita dos jovens na região. Eles conseguiram localizar o grupo e questionaram sobre os objetos encontrados. Rivernay encontrou os PMs e reconheceu os menores como os autores do roubo. Ele se mudou de Santo André, no ABC paulista, para o Rio há um mês, e mora com a mãe na localidade de Vila Verde, na Favela da Rocinha, em São Conrado, Zona Sul do Rio.

"Se sentir vontade vou continuar frequentando a Marina da Glória sem problema. Violência tem em todo o lugar. Não tenho medo", afirmou o montador de móveis ao ser questionado sobre a presença dele com a mãe num local de pouca frequência de pessoas e de policiamento de madrugada.

O caso está sendo registrado na 9ª DP (Catete).

Você pode gostar