Adiada novamente a licitação da Transbrasil

Concorrência pública ainda não tem nova data para acontecer

Por O Dia

Rio - Pela segunda vez, a prefeitura adiou a licitação do primeiro lote do corredor de ônibus Transbrasil. Previsto para acontecer nesta quarta-feira, a concorrência pública ainda não tem nova data para acontecer. O edital está sendo analisado por técnicos do Tribunal de Contas do Município (TCM-RJ). Eles ainda aguardam respostas de questões feitas ao município para concluir o trabalho. O BRT vai ligar Deodoro ao Centro, pela Avenida Brasil.

Na licitação, seria escolhida a empreiteira responsável pelo trecho Deodoro-Caju, que tem 23 quilômetros. Inicialmente, a concorrência estava prevista para o dia 21 do mês passado, mas uma liminar na Justiça impediu que o certame ocorresse. O pedido foi feito pela construtora Camargo Corrêa, que apontou ilegalidade no edital. Com a decisão, a concorrência foi remarcada para ontem, dia 12.

Com 32km%2C o novo corredor ligará Deodoro ao Centro%2C pela Avenida BrasilSeverino Silva / Agência O Dia

No total, o Transbrasil terá 32 quilômetros de extensão. O corredor de ônibus ainda está indefinido. A prefeitura não sabe informar quanto vai custar toda a obra e de onde virá o dinheiro para arcar com a despesa. Por enquanto, está apenas garantida a verba para a construção do primeiro lote, que está orçado em R$ 1,5 bilhão.

Outro imbróglio diz respeito ao local no Centro que será o ponto final do corredor. O Aeroporto Santos Dumont já foi descartado porque lá haverá uma estação do VLT (Veículo Leve Sobre Trilhos). Estão entre as opções para resolver o impasse o Terminal da Misericórdia, nos arredores da Praça 15; a Avenida Presidente Vargas e até mesmo a construção de terminais subterrâneos.


Últimas de Rio De Janeiro