Motorista de ônibus atropela outro na Avenida Brasil e depois foge

Francisco Edvaldo, de 41 anos, foi arrastado por cerca 200 metros e acabou morrendo no Souza Aguiar. Acusado se apresentou em seguida na delegacia de Bonsucesso

Por O Dia

O motorista de ônibus foi atropelado por outro condutor de coletivo após discussãoFabio Gonçalves / Agência O Dia

Rio - Uma simples batida de trânsito envolvendo dois ônibus e um carro de passeio se transformou em tragédia na manhã desta terça-feira, na Avenida Brasil, altura de Bonsucesso, Zona Norte do Rio. Francisco Edvaldo, 41 anos, motorista da linha Campo Grande x Fundão, da Viação Bangu, foi atropelado por um colega de profissão, Jaílton Santos Silva, 31 anos, que conduzia a linha Bananal x Saens Peña, da Viação Paranapuan. Logo após o crime, ele levou o veículo para a garagem e depois se apresentou na 21ª DP (Bonsucesso) ao lado do advogado da empresa.

A vítima desceu do ônibus para que pudessem conversar sobre a batida. Com a recusa do outro motorista, Francisco Edvaldo ficou na frente do coletivo e foi arrastado por cerca de 200 metros. Ele foi levado para o Hospital Souza Aguiar, no Centro, mas não resistiu. A grade do ônibus que Jaílton dirigia acabou ficando no local.

Elmo Ferreira, cobrador que estava trabalhando com a vítima, explicou como iniciou a confusão.

"Nós viemos da Ilha (do Governador) e paramos no ponto da passarela oito. Houve um esbarrão e o cara iria fugir e o Francisco tentou impedir. Foi quando o outro motorista arrancou com o ônibus e o atropelou. O Francisco era um cara bem tranquilo, apesar do estresse do trabalho", diz.

Motorista de ônibus que atropelou Francisco Edvaldo prestou depoimento em delegaciaFabio Gonçalves / Agência O Dia

Avenida Brasil registra mais duas mortes nesta terça 

Um homem, ainda não identificado, morreu atropelado por um carro na pista lateral da Avenida Brasil, em Bonsucesso, na manhã desta terça-feira. A vítima, de aproximadamente 40 anos, foi a segunda vítima fatal de atropelamento registrado na via expressa hoje.

Bombeiros do Quartel do Fundão foram acionados para o local, mas a vítima não resistiu e morreu após o acidente. O acidente ocorreu na pista sentido Centro do Rio. O trânsito apresentou retenção para os motoristas enquanto o corpo e o carro permaneceram no local.

Também durante a madrugada, uma mulher morreu atropelada por um carro na Avenida Brasil, na altura do Instituto de Traumato-Ortopedia, no Caju. O acidente ocorreu por volta das 5h, mas o corpo só foi retirado do local por volta das 8h. O trânsito ficou bastante complicado para quem queria chegar ao Centro do Rio.

Bombeiros foram acionados por volta das 5h02, mas a vítima morreu no local. A perícia foi acionada, mas demorou a chegar. De acordo com os militares, a vítima, de cor parda, estava sem identificação. Um carro da Defesa Civil aguardava no local para remover o corpo. A PM também guardou a cena do acidente.

Agentes da concessionária Porto Novo estiveram na via e orientaram os motoristas. Duas faixas no trecho foram interditadas, causando forte retenção que chegava na altura do Cemitério do Caju. Ainda na Avenida Brasil, houve retenções na altura da saída da Linha Amarela, em Manguinhos e Fiocruz, em Olaria, Bonsucesso e nas saídas das rodovias Washington Luiz e Dutra.

Ônibus cai e deixa oito mortos em abril de 2013

Em abril do ano passado, um ônibus, também da empresa Paranapuan, acabou se envolvendo num acidente em que deixou oito mortos. O coletivo caiu do Viaduto Brigadeiro Trompowski, no trecho entre a Ilha do Governador e Avenida Brasil, após o motorista André Luiz de Souza Oliveira e o passageiro Rodrigo dos Santos Freire, terem brigado com o ônibus em movimento.


Últimas de Rio De Janeiro