Trabalhadores do Comperj promovem assembleia para decidir rumo da greve

Categoria reivindica 15% de aumento e melhoria das condições de trabalho. Policiamento está reforçado em Itaboraí

Por O Dia

Rio - Trabalhadores do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), em Itaboraí, Região Metropolitana do Rio, estão reunidos para a realização de uma assembleia no Trevo da Reta, na manhã desta terça-feira. Em greve desde o dia 5, eles vão decidir os rumos da paralisação. Os funcionários reivindicam um reajuste de 15% e 150% de hora extra.

Na madrugada do dia 6, dois operários foram baleados por homens encapuzados que passaram em uma moto quando eles se preparavam para realizar um piquete. Os feridos foram identificados como Felipe Feitosa Lima, de 21 anos, e Françuelio Rodrigo Fernandes, 20. O primeiro teve três perfurações no pâncreas e intestino delgado, na mão e coxa direita. O segundo foi ferido na mão e no tornozelo. A 71ª DP (Itaboraí) abriu um inquérito para investigar o caso.

Policiais do 35º BPM (Itaboraí) estão desde o fim da madrugada no Trevo da Reta. Segundo o batalhão, até às 6h45 não havia registro de incidentes

Últimas de Rio De Janeiro