Procon autua cinco academias nas zonas Sul e Oeste do Rio

No total foram vistoriadas 11 academias, das quais seis, e uma lanchonete no interior de uma delas, acabaram sendo autuadas por irregularidades constatadas pelos fiscais

Por O Dia

Rio - A Secretaria de Estado de Proteção e Defesa do Consumidor (Seprocon), por meio do Procon Estadual, vistoriou nesta quarta-feira academias de ginástica nas zonas Sul e Oeste do Rio de Janeiro na Operação Hércules. A ação contou com a parceria do Conselho Regional de Educação Física da 1ª Região (Cref1), que engloba os estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo, para identificar se as academias estão com profissionais habilitados para monitorar os alunos.

No total foram vistoriadas 11 academias, das quais seis, e uma lanchonete no interior de uma delas, acabaram sendo autuadas por irregularidades constatadas pelos fiscais. O caso mais grave foi verificado na Seixas Gym Club, na Taquara, onde os equipamentos para exercícios estavam em péssimo estado de conservação: esteiras mal conservadas, caneleiras furadas e de tamanhos diferentes com etiquetas indicando o mesmo peso, halteres com ferrugem, estofado dos equipamentos rasgado e cabo de aço do cross over em péssimo estado.

Os fios dos ventiladores estavam aparentes na sala de musculação e nos banheiros, e a academia não apresentou um profissional da área de Educação Física que estivesse habilitado para orientar os matriculados. A ausência de profissionais habilitados para orientar os sócios das academias em seus exercícios foi uma irregularidade encontrada também na Academia Gym Center, no Jardim Botânico. Já na Academia Power, em Ipanema, o profissional de Educação Física estava ausente e só apareceu com a presença da fiscalização.

O estabelecimento não apresentou o atestado médico de aptidão física de todos os alunos, nem registro junto ao CREF. Por sua vez, a academia Radar recebeu um auto de constatação determinando a apresentação em 10 dias do alvará dos bombeiros que habilita seu funcionamento. Somente receberá auto de inflação se não apresentar o documento.

A Cia. Athletica, do Barra Shopping, não apresentou irregularidades, mas o Jackie Café, lanchonete localizada em seu interior, foi autuado porque apresentou alimentos sem a identificação de seu prazo de validade. Já a Academia Impacto foi autuada por vender suplementos alimentares sem autorização. As outras academias que não apresentaram irregularidades foram as seguintes: as filais da Smart Fit da Freguesia e de Copacabana e Espaço Olímpico, também na Freguesia.

Balanço da Operação Hércules:

1 – Academia Gym Center (Rua Jardim Botânico, 117): Salão do primeiro andar sem profissional habilitado pelo CREF.

2 – Bodytech (Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 801): Aluno com atestado médico vencido, ausência de cilindro de oxigênio na área da piscina.

3 – Academia Radar (Rua Marechal Mascarenhas de Morais, 191/Copacabana): Auto de constatação para que a academia apresente o alvará dos bombeiros no prazo de 10 dias.

4 – Seixas Gym Club (Estrada do Guerengue, 513/Taquara): Ausência do Código de Defesa do Consumidor, esteiras com má conservação, caneleiras furadas de tamanhos diferentes com etiquetas indicando o mesmo peso, fios dos ventiladores aparentes na sala de musculação e banheiros, halteres com ferrugem, estofado dos equipamentos rasgado, cabo de aço do cross over em péssimo estado, não foi apresentado profissional de Educação Física habilitado (determina-se que o funcionamento seja retomado apenas com a presença do professor sob pena de incorrer em crime de desobediência).

5 – Academia Power (Rua Teixeira de Melo, 87/Ipanema): O professor só chegou após a presença da fiscalização. A academia não tinha atestado médico de aptidão física para todos os alunos. Ausência do registro junto ao CREF.

6 – Academia Impacto (Avenida Nelson Cardoso, 38/Tanque): Ausência do Código de Defesa do Consumidor, extintor de incêndio vencido em agosto de 2010, venda de suplementos alimentares sem que haja autorização para tal.

7 – Jackie Café (Avenida das Américas, 5000/ljs 112 e 113 – Dentro da Cia Athletica): 250g de peito de peru, 300g de molho de carne, 150g de fermento, 200g de requeijão e 50g de maionese sem especificação.

Últimas de Rio De Janeiro