Por thiago.antunes

Rio - Marlin Faria da Silva, 62, foi condenado pelo Tribunal do Júri da Comarca de Itaocara a quatro anos de reclusão por espancar a mulher, em Itaocara, no Norte Fluminense. Ele foi denunciado pela Promotoria de Justiça de Itaocara pelo crime ocorrido em 2005.

De acordo com a denúncia, o condenado desferiu socos e golpes com um porrete na cabeça de sua ex-mulher. Na sequência, arremessou-a de uma escada que dava acesso à residência do casal, que ficava num sobrado. A vítima só não morreu porque foi prontamente socorrida e levada a um hospital, onde recebeu tratamento, passando diversos dias em coma profundo, ficando, no total, um mês internada.

De acordo ainda com a denúncia, o crime foi cometido por motivo torpe, pois Marlin não concordava em partilhar com a vítima os bens adquiridos durante a união estável que houve entre eles. O Ministério Público interpôs recurso de apelação, para tentar obter o aumento da pena imposta ao réu.

Você pode gostar