Por cadu.bruno

Rio - O ex-líder de uma torcida do Flamengo, José Eugênio Onça da Silva, de 60 anos, morreu após ter a casa invadida por bandidos, na madrugada deste sábado, na Vila Rosali, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense.

Segundo policiais da 64ª DP (São João de Meriti), os bandidos amarraram José Eugênio e sua esposa, que estava em um cômodo diferente. Ele foi amordaçado e morreu. Apenas a perícia vai identificar a causa da morte.

Onça ao lado de Neguinho da Beija-FlorReprodução Internet

A esposa da vítima e o vizinho que a socorreu foram ouvidos pela polícia, que tenta colher provas que ajudem a identificar a autoria do crime.

A vítima também era conhecida por atuar há cerca de 10 anos na coordenação de segurança da Marquês de Sapucaí nos desfiles e ensaios técnicos das escolas de samba. Eugênio Onça costumava estacionar seu carro no recuo de bateria do setor 1 nos ensaios técnicos. No veículo, armazenava água e lanche para os integrantes da equipe de segurança.

Você pode gostar