Por thiago.antunes

Rio - O Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, foi o local escolhido pela Secretaria de Segurança para a instalação de uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), a primeira que vai beneficiar moradores do outro lado da Baía de Guanabara. O município — o maior da Região Metropolitana em extensão e com mais de um milhão de habitantes — vem sofrendo com o crescente aumento da violência, principalmente em relação ao tráfico de drogas, pela migração de criminosos que fugiram das comunidades ocupadas pela polícia na capital.

De acordo com a polícia, o planejamento está praticamente fechado, mas o secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, ainda não bateu o martelo sobre a data para a ocupação definitiva. Em janeiro, ele anunciou que cidades da Baixada Fluminense e São Gonçalo receberiam as unidades, mas novamente não falou em datas. “Chegou a hora de São Gonçalo e Baixada serem contempladas”, afirmou o secretário, à época. Na Baixada, serão três unidades. A primeira delas foi inaugurada no início do mês, no Complexo da Mangueirinha, em Duque de Caxias.

Apontado pela polícia como um dos líderes do conjunto de favelas, Diego Souza Romano, o DG, 21 anos, foi preso no fim do mês passado por PMs. Ele estaria com drogas e teria tentado se esconder em um mangue, mas acabou capturado. O Complexo do Salgueiro é, segundo a polícia, um dos maiores redutos da facção criminosa Comando Vermelho fora da capital. De posse de um grande arsenal, eles travam violentos confrontos com a polícia para tentar impedir que os agentes acabem com a venda de drogas na região.

Somente no mês de outubro, a polícia apreendeu 28 armas e prendeu 127 criminosos, de acordo com levantamento do Instituto de Segurança Pública (ISP). No mesmo período, foram registrados 551 roubos a pedestres em São Gonçalo. Com a instalação da UPP, o policiamento deverá ser diferenciado, já que o efetivo da Polícia Militar que atualmente patrulha a cidade deverá ser deslocado para combater o crime em outros pontos. Há ainda a previsão de que motos sejam integradas ao patrulhamento das ruas, para coibir o aumento dos roubos.

Mais uma Companhia Destacada

Enquanto aguarda a ocupação do Salgueiro pelas forças de segurança, a população gonçalense vai receber semana que vem uma nova Companhia Destacada, a segunda do município. A primeira, na comunidade do Jóquei, foi inaugurada no mês passado. 

A nova base vai ser instalada quinta-feira no Complexo da Coruja. Pelo tamanho do efetivo, é a maior das companhias já inauguradas pela Secretaria de Segurança Pública: serão 170 policiais, subordinados ao 7º BPM (São Gonçalo).

De acordo com investigações da polícia, Wallace Batista Soalheiro, o Pixote, assumiu o controle das bocas-de-fumo da Coruja após a morte de Maicon dos Santos Souza, o Gaguinho, em setembro. Segundo policiais, ele teria sido recrutado pelo ex-chefão para ensinar aos integrantes da quadrilha técnicas militares, já que, antes de entrar para o crime, serviu às Forças Armadas.

Por informações que ajudem na captura de Pixote, o Disque-Denúncia (2253-1177) oferece recompensa de R$ 2 mil.

Você pode gostar