Por thiago.antunes

Rio - A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa aprovou censura por escrito — espécie de advertência — à deputada Myrian Rios (PSD) pelo uso de cartão-combustível para fins particulares. Em 2011, ela utilizou o benefício para abastecer seu carro em viagens à sede da rádio católica Canção Nova, em São Paulo, onde gravava um programa religioso.

Segundo o presidente da Alerj, Paulo Melo, a parlamentar já começou a devolver o dinheiro. Myrian teria, ainda, pedido reembolso à rádio pelo uso do benefício, cedido pela Casa.

Auxílio-moradia

A Mesa Diretora decidiu também pelo reajuste de 14% do auxílio-moradia de deputados que moram a mais de cem quilômetros da Alerj. O benefício, que não é retroativo, vale a partir de hoje. A decisão toma como referência o aumento na Câmara dos Deputados.

Solitário

O deputado Gilberto Palmares foi o único do PT a votar, ontem, contra o reajuste das passagens de metrô e trens. Seus colegas de legenda não o seguiram.

Investimento baixo

Os gastos da Prefeitura de Itaguaí em 2013 na cidade somaram R$ 2,8 milhões — o menor volume desde 2004, quando foram investidos R$ 2,3 milhões.

Cotas

Relator da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados, o deputado Leonardo Picciani (PMDB) deu parecer favorável a projeto de lei do executivo que reserva a negros 20% das vagas em concursos públicos federais.

Rio de eventos

Empresa que organiza convenções, a Rio CVB diz que, entre janeiro e fevereiro, agendou 26 eventos técnicos e científicos na cidade — um aumento de 136% em relação ao mesmo período de 2013.

Você pode gostar