Por bianca.lobianco

Rio - Policiais da Delegacia de Defraudações (DDEF) desencadearam, na manhã desta quinta-feira, a Operação Obituário Ilegal. A ação visa apurar a fraude em 516 declarações de óbito que foram falsificadas em várias agências funerárias no Rio.

Ainda segundo a especializada, a investigação foi solicitada pela Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil, que apuraram que as declarações de óbito não estavam de acordo com o Sistema de Informação de Mortalidade (SIM), e que os lotes remetidos aos diversos municípios do Rio não haviam sido desviados.

Delegacia de Defraudações monta operações em São Gonçalo%2C Itaguaí e Rio para cumprir 21 mandados de busca e apreensão para investigar quadrilha de falsificaçõesFabio Gonçalves / Agência O Dia

Os agentes cumprem mandados de busca e apreensão com o objetivo de apreender declarações e atestados de óbitos, individuais ou em bloco e outros documentos referentes a sepultamentos realizados, bem como carimbos, formulários ou outros utensílios em nome de médicos em 21 agencias funerárias no estado, sendo algumas da Rio Pax, da Santa Casa e outras agencias funerárias.

Você pode gostar