Por bianca.lobianco

Rio - Foi enterrado ontem à tarde, no Cemitério do Murundu, em Realengo, na Zona Oeste, o subtenente da PM reformado Jorge Magalhães, de 63 anos, morto com um tiro na cabeça durante um assalto a um ônibus na Ponte Rio-Niterói na noite de segunda-feira. Ele estava internado em coma no Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, e morreu na quinta-feira.

O PM reformado tentou atirar nos dois bandidos quando eles anunciaram o assalto, mas a arma dele falhou. O subtenente chegou a lutar com um dos criminosos mas acabou espancado e baleado na cabeça. No veículo havia cerca de 60 passageiros, que gritavam, choravam, passavam mal e tentavam se proteger de tiros se abaixando entre os bancos.

Imagens das câmeras do ônibus foram divulgadas mostrando os criminosos em ação, mas até agora nenhum deles foi preso. Eles são suspeitos de praticarem outros roubos na mesma linha.

Você pode gostar