Dois PMs são baleados na Rocinha

Mototáxi passou com um homem na garupa que efetuou diversos disparos contra os policiais

Por O Dia

Rio - Dois PMs foram baleados na Favela da Rocinha, em São Conrado, na Zona Sul do Rio. O ataque ocorreu na madrugada desta terça-feira, no momento em que os policiais se preparavam para a rendição. O soldado Rafael Robert, 23 anos, foi atingido no braço. Já o soldado Leonardo Juan Amaral Monteiro foi baleado na barriga.

O tiro transfixou o colete que Leonardo Juan usava mas, segundo médicos responsáveis pelo atendimento, não atingiu nenhum órgão vital. Ele foi medicado no Hospital Miguel Couto e já foi transferido para o Hospital Central da PM, no Estácio.

Policiamento é reforçado na Favela da Rocinha%2C em São Conrado, após ataque que deixou dois policiais militares feridosJosé Pedro Monteiro / Agência O Dia

De acordo com a PM, um mototáxi passou com um bandido na garupa, que efetuou diversos disparos com uma pistola 9mm, contra os policiais, na localidade conhecida como Macega, na Estrada da Gávea, esquina da Estrada da Cachopa.

Manifestação fecha Lagoa-Barra

A pista sentido Barra da Tijuca da Autoestrada Lagoa Barra, na saída do Túnel Zuzu Angel, em São Conrado, na Zona Sul, foi liberada por policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Rocinha, no fim da madrugada desta terça-feira. Moradores atearam fogo em madeira.

O motivo seria a insatisfação com uma suposta operação policial com troca de tiros com traficantes, ocorrida em um ponto da comunidade. O trânsito chegou a ser desviado pela Avenida Niemeyer. Por medida de segurança, a PM interditou a via. O Batalhão de Polícia de Choque (BPChq) e o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) também foram acionados.

De acordo com o Centro de Operações Rio, o fechamento não chegou a dez minutos e a pista foi liberada pelos próprios policiais. A UPP da Rocinha ainda não se manifestou. 


Últimas de Rio De Janeiro