'Não me arrependo', diz dono de trailer que amarrou menor a poste na Zona Oeste

Adolescente foi pego furtando o local e imobilizado pelo proprietário, que ainda pintou o infrator de palhaço com batom

Por O Dia

Rio - O homem que amarrou um menor no poste na Rua Major Brigadeiro Lysias Rodrigues, em Santíssimo, na Zona Oeste da cidade, disse não se arrepender do que fez. Ele, que não quis se identificar, disse que voltava de uma festa por volta das 6h30 quando surpreendeu o jovem dentro de seu trailer furtando dois copos de guaraná.

O rapaz foi levado para a delegacia%2C onde contou que%2C além de ter o rosto pintado%2C levou chutes e socosEstefan Radovicz / Agência O Dia

O menor, que chegou a ficar de cueca, foi apreendido e vai ser autuado por ato análogo ao crime de tentativa de furto. Sua mãe assinou um termo de responsabilidade para ele comparecer em juizo.

Ainda segundo o dono do local, o menor, que é maior do que ele, foi imobilizado e amarrado a um poste de luz com uma corda. Ele disse não ter agredido o suspeito. Em seguida, ele usou um batom para pintar a boca e o nariz do adolescente, o caracterizando como um palhaço. "Foi para ele sentir a mesma coisa que me fez sentir, me tirando de palhaço diante dos amigos e se vangloriando dos furtos". Apesar de negar ter batido no jovem, de acordo com policiais do 40º BPM (Campo Grande), ele tinha uma marca de agressão no olho direito e teria levado 'uns tapas'.

O proprietário disse que era a terceira vez que o suspeito roubava o seu trailer e sempre ficava se vangloriando do ato. Desta vez, a lona que cobre o local foi violada para o furto. Ainda de acordo com o homem, o infrator mora no bairro e já foi ajudado por ele diversas vezes com lanches e bebidas. O menor seria autor de pequenos furtos na região.

Menor teria invadido escola no mês passado

Segundo informações da polícia, o menor é acusado de participar de uma invasão a Escola Municipal Alzira Araújo, no Bairro Adriana, também em Campo Grande. No dia 21 de fevereiro, ele teria pulado o muro do colégio, e empurrado de dentro para fora quatro aparelhos de ar-condicionado.

Os moradores que presenciaram o menor amarrado no poste é que chamaram a polícia. O homem será autuado por agressão e lesão corporal, mas não demonstra arrependimento. "Não me arrependo do que fiz, mesmo sabendo que posso responder por isso. Se esse menor é capaz de me furtar hoje, amanhã é capaz de me matar com uma arma", diz.

PMs do 40º BPM resgataram o suspeito e o levaram para ser medicado no Hospital Estadual Rocha Faria, no mesmo bairro. O menor prestou depoimento na 35ª DP (Campo Grande).

No mês passado, casos de 'justiceiros' causaram polêmica. No Flamengo, na Zona Sul, um menor foi espancado e preso a um poste nu. Já em São João de Meriti, na Baixada, um homem foi executado após um roubo.

Últimas de Rio De Janeiro