Jovem que voou da Ponte Rio-Niterói deve ter alta nesta semana

Marina Pinto Borges afirmou que em nenhum momento perdeu a esperança de ser resgatada com vida

Por O Dia

Rio - Marina Pinto Borges, que no último dia 3 caiu na Baía de Guanabara após capotar com seu carro sete vezes na Ponte Rio-Niterói, deve deixar o hospital ainda esta semana, como revelou o boletim médico divulgado nesta segunda-feira. A jovem revelou que mesmo enquanto aguardava o resgate, não perdeu a confiança em sobreviver ao grave acidente.

Internada num hospital no Méier%2C Zona Norte do Rio%2C Marina Borges se recupera bem do grave acidenteDivulgação

"Minha mãe sempre me ensinou que as palavras têm poder. Então pensei: pensa positivo que vai dar certo. Eu carrego isso para a minha vida, sabe? Então, em nenhum momento foi: eu vou morrer, vou me desesperar. Não, eu vou sair daqui. Eu vou sobreviver", disse em entrevista a TV Globo.

Mesmo em queda livre, Marina afirmou ter se sentido segura no momento.

"Eu me sentia segura, por incrível que pareça. Eu achava que o carro tinha capotado, caído e ponto. Estou segura. Vou soltar o cinto e sair andando", diz a jovem, confirmando que foi desviar de um carro no momento do acidente.

"Foi aquele flash. Assim, eu vi a luz vermelha. Não lembro se ele freou ou se já tava com essa luz acesa. Realmente não lembro. Então eu falei só vou desviar. Foi só esse pensamento. No que eu desviei, bati na mureta. Ai, caramba, bati e quebrei meu farol. Revoltada. Abri o olho, está o carro todo capotando. Fechei o olho. Quando abri de novo, vi o airbag acionando. Fechei o olho, quando eu abri, ih, água. Botei a mão no nariz", lembra.

Últimas de Rio De Janeiro