'Ônibus estava cheio e tinha muita gente ferida', diz dono de casa atingida

Coletivo da linha 685 (Méier-Irajá) colidiu contra residência na manhã desta segunda-feira em Madureira

Por O Dia

Rio - O ônibus da linha 685 (Méier-Irajá), da Viação Rubanil, que bateu no muro de uma casa na Rua Maria Lopes, em Madureira, Zona Norte do Rio, deixou 23 feridos, na manhã desta segunda-feira. Os passageiros e o motorista do coletivo foram socorridos por bombeiros dos quarteis de Campinho, Méier e Realengo, sendo encaminhados para os hospitais Salgado Filho, no Méier, e Carlos Chagas, em Marechal Hermes.

O aposentado Jonas Correia de Carvalho, de 60 anos, dono da residência onde aconteceu a batida, relatou o que viu do acidente.

Ônibus atingiu muro de casa em Madureira e 23 pessoas ficaram feridasFabio Gonçalves / Agência O Dia

"Por volta das 7h15, estava dormindo e ouvi um barulho. Levantei e vi o ônibus no meu muro. Ele estava cheio e tinha muita gente ferida", diz.

De acordo com Jonas, é comum os automóveis trafegarem em alta velocidade no trecho. O aposentado disse que o motorista do ônibus estaria correndo no momento do acidente.

"Nesse pedaço da rua, os automóveis costumam passar correndo. Os passageiros relataram que o motorista estava correndo na hora", afirma.

Dono da casa atingida por ônibus em Madureira foi acordado com o barulho da colisãoFabio Gonçalves / Agência O Dia


Últimas de Rio De Janeiro