Antigo zoológico é a nova atração em Vila Isabel

Parque oferece mais de 20 atividades gratuitas e atrai moradores de toda a região

Por O Dia

Rio - Há três anos, o primeiro zoológico do Rio, em Vila Isabel, estava irreconhecível. ‘Era só mato’, contam os moradores, que, na falta de policiamento, evitavam o local. Hoje, após a conclusão das reformas, os visitantes voltaram e o Parque Recanto do Trovador é uma das opções de lazer mais badaladas da região, com, pelo menos, 20 tipos de atividades físicas gratuitas, incluindo banhos de piscina nos fins de semana.

As obras começaram em dezembro de 2011, logo após a entrada da Unidade de Polícia Pacificadora no Morro dos Macacos. Aos poucos, foram construídos dois campos de futebol com grama sintética, área de patinação, pista de skate e de corrida, parquinho para as crianças, e aparelhos de ginástica para os mais idosos.

Renovada%2C a área%2C que antes estava abandonada e sem policiamento%2C passou a ser opção de lazer bem movimentada nos fins de semanaMarco Antônio Cavalcanti / Agência O Dia

Além de poderem usar a infraestrutura do parque, os moradores do tradicional bairro carioca podem se matricular em três modalidades diferentes de esporte na Vila Olímpica, construída no local. As opções vão de taekwondo e muay thai a hidroginástica, passando por aulas de xadrez e até de passista — uma variedade para agradar todos os gostos.

Para o funcionário público Carlos Lins, 50, a revitalização da área mudou a rotina da comunidade do Morro dos Macacos, vizinha do Parque. “Na época do tráfico, a gente ficava preocupado com as crianças que ficavam sem o que fazer durante a semana. Agora elas ficam com a mente ocupada com os esportes que a Vila oferece.” Sérgio Andrelis, que já tinha uma história com o lugar, ficou surpreso com as mudanças. “Eu vinha andar de bicicleta escondido da minha mãe quando tinha 16 anos. Ninguém deixava criança vir aqui. Era muito violento e todo mundo sabia”, explicou o gestor da AX Capital, hoje, com 27 anos.

Sérgio deixou de ir à Lagoa para aproveitar a área próxima de casaMarco Antônio Cavalcanti / Agência O Dia

“A infraestrutura está bem mais atrativa. Até um tempo atrás eu tinha que ir todo final de semana para a Lagoa, na Zona Sul, se quisesse fazer um programa legal, agora tenho uma opção perto de casa”, recomendou Andrelis, que agora leva a família e o cachorro ao parque.

Além das atividades regulares, o Parque também oferece acompanhamento psicológico e práticas físicas voltadas para pessoas com necessidades especiais, no Núcleo de Esportes e Lazer para Pessoas com Deficiências. Quem quiser se inscrever nos cursos, deverá apresentar a cópia da identidade ou da certidão de nascimento, atestado médico e declaração escolar na secretaria. Mais informações no telefone: 3294-8511.

Oficinas de percussão estão entre as atividades realizadas no localMarco Antônio Cavalcanti / Agência O Dia


Últimas de Rio De Janeiro