Informe do DIA: Eleição e apoios

Em entrevista ao SBT Rio, Lindbergh Farias fez pouco caso do apoio de prefeitos petistas à candidatura do vice-governador Pezão (PMDB)

Por O Dia

Rio - Candidato ao governo do estado, Lindbergh Farias (PT) vai gastar a sola do sapato para conquistar eleitores durante sua campanha. Ontem, em entrevista ao SBT Rio, o senador fez pouco caso do apoio de prefeitos petistas à candidatura do vice-governador Pezão (PMDB).

“Se o candidato do PMDB acha que vai ganhar essa eleição com apoio de prefeito e deputado, ele vai quebrar a cara”, afirmou. Para Lindbergh, o contato com os eleitores é que vai definir os favoritos ao Palácio Guanabara.

O apoio de Neves

Sobre o apoio dado a Pezão pelos petistas Tarciso Pessoa, prefeito de Paracambi, e Rodrigo Neves, de Niterói, Lindbergh disse que a situação não o preocupa. “O Rodrigo você pode esperar que não é assim não. É claro que o governador fala: ‘Olha, prefeito, me apoia aí que eu dou isso’”, alfinetou.

Mas...

Anteriormente, nos bastidores, Lindbergh chegou a afirmar que o apoio de prefeitos em Paracambi e Niterói não significa nada na disputa.

Guardas

O prefeito Eduardo Paes envia hoje para Câmara Municipal, em caráter de urgência, o plano de cargos e salários da Guarda Municipal. O presidente Jorge Felippe afirmou que a votação será na próxima terça em sessão extraordinária.

Primeira reclamação

O primeiro consumidor a reclamar pelo novo aplicativo do Procon-RJ foi o dono de um tablet da CCE que parou de funcionar. Ele aguarda há dois meses o reembolso prometido.

Psol na escola

O Psol vai distribuir em escolas exemplares de livreto criado pelo vereador Renato Cinco que ensina alunos a fundar grêmios estudantis.

Fernando Molica está de férias

Últimas de Rio De Janeiro