Correios viram dor de cabeça para os clientes

Eles reclamam da não entrega de encomendas pela empresa, que é mal avaliada por sites

Por O Dia

Rio - Nos tempos em que um e-mail enviado da China chega em segundos no Brasil, os Correios não saem da lista das empresas mais reclamadas pelos consumidores. A maioria das queixas é sobre a demora na entrega de contas e encomendas, que muitas vezes são enviadas para centros de distribuição da empresa. Só na quinta-feira o site ‘Reclame Aqui’ recebeu 77 queixas relativas aos Correios, deixando a empresa em 15º lugar entre as piores do dia.

Os Correios também ocupam a mesma posição nas mais reclamadas do mês. Neste ano o Procon estadual já registrou 49 queixas de mau serviço. Já na Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) foram 42.

Morador do Condomínio Village Pavuna, Zona Norte, o funcionário público Sidnei Alves, de 36 anos, relata que comprou um livro pela internet dia 26 de fevereiro, que deveria ser entregue em uma semana. Mas, até agora, nada. “Liguei para a ouvidoria e disseram que eu moro em área de risco, mas vejo carteiros por aqui. Em outro pedido, eles demoraram mais de um mês e me mandaram pegar a encomenda em agência próxima, sendo que paguei pelo frete e deveria receber em casa”, disse.

Segundo a assessoria de imprensa dos Correios, a suspensão temporária da entrega de encomendas “é estabelecida para assegurar a integridade física dos profissionais. Durante o período, os clientes recebem comunicado para buscar encomendas na agência mais próxima.”

A falha também é relatada em áreas de fácil acesso, como Vila Isabel e Tijuca. A pensionista Irani de Oliveira Fernandes, de 65 anos, precisa recorrer às segundas vias pela internet para pagar as contas em dia. “Não chega nada aqui. Dizem para pegar as correspondências na seção de distribuição de cartas do bairro, mas isso é um desaforo. Não se vê mais carteiros na rua”, conta.

Problemas também na Tjuca e Magé

O aposentado Severino Arruda, de 57 anos, diz que pela terceira vez enfrenta problemas com entrega de encomendas pelos Correios. Morador da Rua Severino Brandão, na Tijuca, ele relata que a empresa já publicou no sistema que entregou a sua mercadoria dias antes dela ser realmente efetuada.

“Eles também dizem que o destinatário está ausente e por isso a entrega não foi efetuada no prazo, mas isso não é verdade. Tem sistemas de sistema de monitoramento no meu prédio e seguranças que podem comprovar que isso é uma mentira. É um péssimo serviço”, diz.

Em resposta, os Correios alegaram que nas ruas Teodoro da Silva e Gonzaga Bastos “o atraso das entregas nos logradouros foi pontual e já está regularizado”.

Sobre a a Rua Severino Brandão, a nota afirma que as entregas estão normalizadas. Já na Rua Magepimirim, em Magé, onde também foram relatadas reclamações, a empresa declarou que as entregas estão sendo regularizadas e que o atraso ocorrido também foi pontual.

Últimas de Rio De Janeiro