Por paulo.gomes

Rio - A jovem Daiana de Souza Lima, de 19 anos, que foi encontrada na quarta-feira subnutrida e com ferimentos pelo corpo, morreu nesta quinta-feira, no Hospital Moacyr do Carmo, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Ela teve uma parada cardíaca no hospital e não resistiu. Sua mãe, Marlucia Rodrigues de Souza, de 42 anos, que está presa em Bangu 8, responderá agora por homicídio.

Marlucia, que manteve sua filha em cárcere privado durante 19 anos, morava com ela na Favela do Lixão, em Duque de Caxias. De acordo com os policiais que a encontraram, a jovem, que tinha deficiência mental, estava com diversas feridas necrosadas pelo corpo, inclusive com larvas de inseto. A própria vizinhança não tinha conhecimento da existência de Daiana.

Além de homicídio, Marlucia Rodrigues responderá também pelos crimes de cárcere privado e maus tratos.

Você pode gostar