Por bianca.lobianco

Rio - O secretário de Despesas e Planejamento de Mesquita, Fábio Estevão, de 50 anos, viveu momentos de terror na manhã desta sexta-feira, quando ficou cerca de uma hora em poder de três bandidos. Por volta de 8h30, ele chegava em casa com a esposa, na Rua Celestino, no bairro de Juscelino, em Mesquita, quando foi rendido por criminosos num celta branco. A mulher de Fábio foi liberada pelo grupo, mas o secretário foi feito refém dentro de seu próprio carro.

“Tinha deixado meu filho na escola e ao retornar pra casa levei este susto. Eles abandonaram o veículo e pegaram meu carro. Me levaram junto. Não me agrediram, mas fiquei apavorado”, lembrou Fábio.

Em poder dos assaltantes, ele foi obrigado a sacar R$ 1.500 numa agência bancária em Nilópolis e depois outros R$ 700 num banco da Vila Militar, em Deodoro. Não satisfeitos, bandidos ainda tentaram fazer um saque de alto valor numa agência da Avenida Intendente Magalhães, em Campinho, mas como o sistema operacional do local caiu, a ação foi frustrada e Fábio liberado pelo bando.

Abalado, o secretário prestou depoimento na 53ª DP (Mesquita). O carro dele, um Siena verde, não foi encontrado pela polícia. A delegada titular da unidade, afirmou que vai requerer de agências bancárias, imagens de câmeras de segurança para identificar os bandidos. “Vamos fazer um retrato falado do grupo”, contou a delegada.

Somente em janeiro deste ano, segundo dados do Instituto de Segurança Pública (ISP), 53 roubos de veículos foram registrados na delegacia de Mesquita. No mesmo mês não foram registrados sequestros relâmpagos na região.

No dia 17 de março, o filho da vereadora de Mesquita Cris Gêmeas, foi assaltado na porta de casa, no bairro Vila Norma, quando estava dentro do carro de um amigo. “Levaram o veículo, mas antes meu filho conseguiu tirar o irmão de 8 anos de dentro do carro. Estão roubando muitos veículos na cidade”, lembrou ela, que há 15 dias sofreu uma ameaça, quando saía de carro na porta de casa.

Você pode gostar