Mãe de DG afirma que vai para a Europa denunciar morte do dançarino

Maria de Fátima Silva promete lutar pela imagem do filho que foi morto com um tiro no Pavão-Pavãozinho. Comércio perto da comunidade está fechado por ordens dos traficantes

Por O Dia

Maria de Fátima Silva%2C mãe de DG%2C promete lutar para 'limpar a imagem' do filhoAlessandro Costa / Agência O Dia

Rio - O velório do dançarino do programa "Esquenta" da Rede Globo, Douglas Rafael da Silva Pereira, acontece na manhã desta quinta-feira, no Cemitério São João Batista, em Botafogo, na Zona Sul. Maria de Fátima Silva, mãe de DG, disse que vai brigar para limpar a imagem do filho.

"Vou para a Suíça cobrar os meus direitos e lutar pela imagem do meu filho. Ele brigou muito por aquela comunidade que ele chamava de 'meu morrão'. Me jogaram aos lobos e agora vou voltar liderança a alcateia", diz.

O sepultamento de DG está mercado para às 15h. Maria de Fátima não esconde a tristeza por estar se despedindo do filho.

"Cada hora vai chegando o momento de a gente se despedir pra sempre. É um momento triste", afirma ela, que vê como ineficaz o recolhimento das armas dos PMs, por achar que está acontecendo tardiamente.

O dançarino foi encontrado morto na última terça-feira, na comunidade Pavão-Pavãozinho, em Copacabana, o que gerou um violento protesto nas ruas do bairro. Na manhã desta quinta, o clima permanece tenso no local. O comércio entre a Rua Barata Ribeiro e a Av. Nossa Senhora de Copacabana, próximo a comunidade, está fechado a mando dos traficantes, segundo os lojistas. O Batalhão de Choque realiza o policiamento na entrada do Pavão.

>>> GALERIA: Parentes e amigos se despedem do dançarino DG

O dançarino do programa 'Esquenta'%2C DG%2C está sendo velado no Cemitério São João Batista%2C em BotafogoAlessandro Costa / Agência O Dia

Regina Casé: 'Hoje o dia vai ser duro'

Regina Casé usou o Instagram, na manhã desta quinta-feira, para lamentar a morte do dançarino do "Esquenta", DG. A apresentadora postou uma foto com o fundo todo preto e disse que a família e amigos de DG precisam "buscar coragem para continuar".

"Abraçados, de roupa, chorando... Adormecemos por algumas horas. Hoje o dia vai ser duro. Apoiar e amparar sua família, a minha, a nossa... E procurar forças pra enterrar nosso menino e buscar coragem para continuar... DG, vem que vem para sempre para os nossos corações!", escreveu Regina na rede social.

Últimas de Rio De Janeiro