Por paulo.gomes

Rio - Policiais da 33ªDP (Realengo) prenderam nesta quarta-feira um motorista de ônibus, de 48 anos, acusado de estuprar a própria filha. Contra ele havia um mandado de prisão por atentado violento ao pudor, crimes contra a dignidade sexual e estupro de vulnerável.

Ele foi preso ao ir à delegacia fazer o registro da perda de seu cartão bancário. Foi levantada sua ficha criminal e descoberto que havia um pedido de prisão preventiva contra ele feito pela Delegacia Criança Adolescente Vítima (DCAV). O acusado abusava da filha desde quando a menina tinha oito anos. Hoje, a vítima é uma adolescente de 15 anos.

Antes de ser encaminhado para a Polinter, o motorista disse aos policiais que: “Cometi um deslize”.

Você pode gostar