Pelas Ruas: Abolição inacabada

Apesar de representar um marco, lei não promoveu as transformações necessárias para incluir na sociedade os negros libertos no Brasil

Por O Dia

Rio -  Dia 13 comemora-se a abolição da escravatura. Iniciada em 1871, com a Lei do Ventre Livre, passou pela Lei dos Sexagenários, em 1885, até chegar à Lei Áurea, em 1888. Apesar de representar um marco, não promoveu as transformações necessárias para incluir na sociedade os negros libertos no Brasil.

A reflexão sobre o tema, que ainda suscita questões mal ou não resolvidas até hoje, é o foco do debate ‘Abolição Inacabada’ sábado, às 17h30, na Pedra do Sal, com o professor Flavio dos Santos, da UFRJ. O evento é promovido pela Banda Consciência Tranquila, e emenda com baile Black Bom e projeção de audiovisual.

As águas vão rolar

Espaço de experimentação artística de várias linguagens, a turma do Sarau do Escritório presta homenagem ao ator, diretor e fundador do Grupo Tá na Rua, Amir Haddad, nesta quinta-feira, a partir das 16h. Começa com a intervenção poética-funcional ‘As águas vão rolar’, ato inspirado nos cantos de trabalho, que terá músicas como ‘Escravos de Jó’, ‘Ensaboa’ e ‘Peixeira Catita’.

Turma do Sarau do EscritórioDivulgação

A programação segue com microfone aberto para quem quiser cantar, declamar, dançar, ler crônicas, apresentar esquetes e stand-up. Quer se participar? É só chegar! Na Praça João Pessoa, em frente ao Bar da Cachaça, na esquina das ruas Mem de Sá com Gomes Freire, na Lapa.

Bordas do corpo

O MAR vai dançar. O Museu de Arte do Rio de Janeiro vai abrigar sábado, no auditório da Escola do Olhar, o seminário ‘Bordas do corpo’, em que vai se discutir dança, política e experimentação. Podem participar estudantes, profissionais e estudiosos do assunto. A entrada é franca, mas a inscrição deve ser feita pelo email temasdedanca@gmail.com.

Guerreiras do samba

Beth Carvalho comemorou aniversário segunda, com roda de samba, feijoada e muitos amigos em sua casa. A festa varou a noite e reuniu amigos da velha e da jovem guarda, de Nelson Sargento, Sombrinha e Serginho Meriti, a Aline Calixto. A mais animada era Tia Surica que, mesmo com braço machucado, cantou e se esbaldou.

Paisagem da janela

‘Da janela lateral, do quarto de dormir, vejo uma igreja, um sinal de glória’... Quem não conhece os versos de ‘Paisagem da janela’, maior sucesso do mineiro Beto Guedes? Um dos integrantes do Clube da Esquina, o cantor e compositor tem muitas histórias para contar de seus tantos anos de estrada. Seu Songbook Beto Guedes será lançado nesta sexta e reúne 60 canções. Lumiar, seu primeiro hit, claro que estará lá.

Beto Guedes vai lançar songbookDivulgação

Exercício de desapego

Objetos recicláveis como jornal, madeira, potes, vasos, garrafas de vidro e até um carrinho de supermercado usados em números de malabares, acrobacias, corda e dança contemporânea fazem o espetáculo ‘Re-uso’, no 2º Festival Internacional de Circo do Rio.

Objetos recicláveis como jornal%2C madeira%2C potes%2C vasos%2C garrafas de vidro e até um carrinho de supermercado usados em números de malabares%2C acrobacias%2C corda e dançaDivulgação

A montagem, produção do grupo chileno El Circo Del Mundo, é inspirada no ‘Mal de Diógenes’, a compulsão de acumular objetos sem utilidade. O show — um verdadeiro exercício ao desapego — estará em cartaz na lona montada no Park Shopping Campo Grande amanhã e no fim de semana, com entrada gratuita.

Curtinhas

Jazz Ahead fará uma homenagem especial ao baixista Niels-Henning Orsted Pedersen. A festa vai reunir feras como o contrabaixista dinamarquês Morten Ankarfeldt, o Quinteto Nuclear, os DJs Gustavo MM e MBGroove e o VJ Nelson Porto.Sábado, a partir das 22h, no Clube dos Macacos, Horto.

Sábado à noite também é dia de ‘Samba do Castelo’, com roda comandada por Makley Matos, acompanhado de Jorge Alexandre, Fabricio Reis, Marcos Antonio Alcides, Rafael Rodrigues, Marcelo Amaro. Nos intervalos, o DVJ Dagema agita o público com suas imagens e som dançante.

Domingo tem duplo programa no Festival de Harpa. A apresentação do duo da Itália, Marcela Carboni, harpista, e Max de Aloe, traz Piazzolla, Tom Jobim, Pixinguinha e Hermeto Pascoal, entre outros. E ainda a possibilidade de conhecer a Ilha Fiscal, onde o concerto acontece, às 17h.

Quem quiser um programa diferente para o Dia das Mães pode escolher a Feira das Yabás. Para comemorar a data, além das comidinhas tradicionais, o evento terá como convidado Reinaldo, o Príncipe do Pagode. A conferir. Feliz Dia das Mães!

Alô prefeitura! É perigosa a situação das redes nas quadras de basquete da Lagoa, no lado do Corte do Cantagalo. Enferrujadas e destruídas, perigam cair sobre as crianças que brincam por ali. Deve ser muito barato consertá-las e evitar acidentes mais graves. Fica o alerta.

A colunista é Rita Fernandes

Últimas de Rio De Janeiro