Implantação do BRS em Botafogo é adiada

Segundo a Secretaria de Transportes, decisão foi tomada por conta das alterações viárias para obras da Copa do Mundo

Por O Dia

Rio - A Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Transportes (SMTR) e da CET-Rio, informou nesta quinta-feira que foi adiada a implantação do BRS Voluntários da Pátria, prevista para este sábado. Segundo o órgão, a decisão foi tomada em virtude das diversas alterações viárias que têm ocorrido em função das grandes obras (Centro, Região Portuária e BRT Transcarioca) na cidade, além do plano operacional da Copa do Mundo, que será implementado nos dias de jogos. Uma nova data será anunciada posteriormente.

De acordo com a secretaria, o sistema reordenará 38 linhas que passam pela Rua Voluntários da Pátria e 33 que circulam pela Praia de Botafogo. Cinco linhas serão extintas a partir de sábado: 158 (Central — Gávea), 176 (São Conrado — Central), 186 (São Conrado — Central), 524 (Botafogo — Barra) e 536 ( Vidigal — Leme). Quatro outras terão trajetos alterados: 131 (Vidigal — Praça 15), 143 (Gávea — Central), 172 (Central — São Conrado), e 548 (Alvorada — Metrô de Botafogo).

As faixas das pistas exclusivas de ônibus já estão pintadas na Vol. da Pátria e na Praia de Botafogo. Folhetos estão sendo distribuídos para alertar sobre alteraçõesJoão Laet / Agência O Dia

Extinção da linha 536 gera protestos

Em meio às mudanças nas linhas, uma, em especial, gerou mais reclamações: a 536 (Vidigal-Leme). Junto com a 538 (Rocinha Leme), a 536 é a única opção para quem vem do Jardim Botânico, Humaitá e Botafogo para o início de Copacabana e Leme. O presidente da Associação de Moradores e Amigos do Leme (AmaLeme), Francisco Nunes, disse que planeja um protesto, em breve, na Avenida Princesa Isabel.

“Somente a 538 não será suficiente para atender aos moradores do Leme. Botafogo e Humaitá são deslocamentos importantes por causa de hospitais e colégios, como o Pedro II. Absurdo!”, reclamou. A SMTR, no entanto, explica que a mudança é apenas uma racionalização e que nenhum bairro ficará desassistido. Segundo o órgão, a frequência dos ônibus da 538 será reforçada e quem vem do Vidigal para o Leme poderá usar a 535 (Alvorada-Leme), cujo itinerário passa por Copacabana.

Últimas de Rio De Janeiro