Por julia.sorella

Rio - Começou nesta sexta-feira a COLETA, uma ação anual que a ONG TETO promove para gerar mudanças no cenário da pobreza no Brasil. A atividade, que acontece até domingo, vai reunir aproximadamente cinco mil voluntários para irem as ruas com o objetivo de conscientizar as pessoas das condições precárias que parte da população brasileira ainda vive.

A ideia da COLETA é juntar o maior número de voluntários em São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Campinas e ABC Paulista para alertar sobre a desigualdade e arrecadar doações para a realização de projetos em comunidades carentes.

Última COLETA que aconteceu em agosto de 2013Reprodução Internet

“Hoje vivemos na primeira geração que tem condições concretas para superar definitivamente a pobreza. No entanto, acreditamos que essa meta somente será alcançada se todos os setores da sociedade considerarem esse um desafio coletivo prioritário e trabalharem juntos, levando em consideração aqueles que vivem em situação de exclusão”, disse o diretor social da ong TETO, Julio Lima.

"Esse é o momento em que todo o TETO vai às ruas para dar visibilidade a essa causa e convidar a que todos façam parte desse desafio" comenta Julio sobre a ação da COLETA.

Na última coleta, em 2013, quase três mil voluntários do TETO conseguiram arrecadar aproximadamente R$ 315 mil nas ruas da capital paulista. A expectativa para a COLETA deste ano é de somar R$ 400 mil apenas em São Paulo.

A ong TETO, que está presente em 21 países, entre eles Reino Unido, Bolívia, Costa Rica, Uruguai e Estados Unidos, completa quase sete anos no país, e já realizou algumas mudanças no cenário brasileiro. No mundo inteiro, a ong já construiu mais de 95 mil casas para as pessoas que vivem em condições precárias.

Você pode gostar