Por bianca.lobianco

Rio - Pela primeira vez após a legalização da maconha no Uruguai, jovens brasileiros vão às ruas pela descriminalização do consumo da droga. No Rio de Janeiro, a nova edição da Marcha da Maconha está marcada para hoje, a partir das 14h, no Jardim de Alah, em Ipanema.

O ato, que seguirá por toda a orla da Praia de Ipanema, tem por objetivo, entre outras coisas, chamar a atenção para a legalização do cultivo caseiro, o uso medicinal e a descriminalização do consumo.

Haverá mobilizações simultâneas em Guarulhos (SP), São Paulo e Vitória (ES). No próximo fim de semana, o movimento desembarca em Niterói, Porto Alegre, Mossoró, no Rio Grande do Norte, e em São Bernardo do Campo, em São Paulo. Até agora, o movimento contará com ações em 25 cidades.

A Polícia Militar informou que haverá policiamento reforçado para acompanhar os manifestantes hoje em Ipanema. Apesar da confirmação parcial de mais de oito mil participantes pela página da internet, os organizadores esperam dobrar o número de adeptos em comparação às duas últimas edições.

Você pode gostar