Por clarissa.sardenberg

Rio - Mais de 200 unidade de atenção primária da prefeitura do Rio - clínicas da família e centros municipais de saúde - atenderão a população que quiser se vacinar contra a gripe neste sábado. A ação visa alcançar o público que não conseguiu comparecer aos postos de saúde durante a semana e perdeu o Dia de Mobilização Nacional Contra a Gripe, ocorrido em 26 de abril. O funcionamento ocorre das 8h às 17h.

Idosos, crianças de seis meses a 4 anos, gestantes, mulheres no período de até 45 dias após o parto, indígenas, doentes crônicos e profissionais de saúde podem se vacinar.

A vacina é de extrema importância para evitar as complicações da gripe, sobretudo em idosos. Ela protege contra os três subtipos do vírus da gripe que foram mais comuns no último inverno (H1N1; H3N2 e influenza B), como recomenda a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Segundo estudos, a imunização pode reduzir de 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações do influenza.

Até o momento, 587.285 pessoas foram vacinadas na cidade do Rio de Janeiro, o que representa 37,6% da população-alvo. A meta é vacinar cerca de 1,250 milhão de pessoas, correspondentes a 80% de cada um dos grupos prioritários.

Você pode gostar