Rio tem 44% da frota de ônibus circulando nas ruas

Na Baixada, 91% dos coletivos voltaram a operar normalmente

Por O Dia

Rio - O Rio Ônibus divulgou o balanço dos coletivos que circulam nas ruas da cidade. Segundo o sindicato que representa as empresas dos ônibus, apenas 44% da frota opera. Justiça determinou, na terça-feira, que pelo menos 70% dos veículos estivessem funcionando normalmente, sob pena de multa de R$ 50 mil ao Sintraturb, sindicato que representa as empresas. O prazo de cumprimento é de até 48 horas, desde o fim da tarde de terça. 

Nesta quarta, 19 ônibus foram depredados, sendo 18 deles na Zona Oeste. Na terça-feira, 158 coletivos foram alvos de atos de vandalismo e na quinta (8), 708 veículos. 

Na Baixada Fluminense, 91% da frota já voltou a ciruclar normalmente por volta das 17h desta quarta-feira. O número equivale a 3.390 veículos. O Transônibus, sindicato que representa 36 empresas de ônibus de seis municípios – Nova Iguaçu, São João de Meriti, Belford Roxo, Nilópolis, Japeri e Queimados - informou que, ao longo do dia, 26 coletivos foram depredados, com quebra de vidros, retrovisores e para-brisas.

A empresa mais afetada pela greve foi a Linave, operadora de linhas municipais e intermunicipais, que conseguiu colocar apenas 68% da sua frota nas ruas.

Segundo o sindicato, a paralisação teve baixa adesão, afetando no máximo 20% da frota da região nas primeiras horas de operação. O Transônibus garantiu ainda que mantém as negociações com o Sindicato dos Rodoviários de Nova Iguaçu. 

Últimas de Rio De Janeiro