Por paloma.savedra

Rio - Durante a Copa do Mundo, a Operação Lei Seca, da Secretaria de Governo, será reforçada e estendida para mais regiões do Rio, principalmente em dias de jogos. Segundo o órgão, cerca de 250 agentes vão percorrer áreas estratégicas da Região Metropolitana e de cidades de médio porte do interior. As proximidades do Maracanã também receberçao atenção especial.

Símbolo do projeto, o tradicional balão da Lei Seca ganhará tons de verde e amarelo e aparência de uma bola de futebol, em referência ao Mundial. "As campanhas educativas vão acontecer antes das partidas do Brasil, em locais com grande concentração de torcedores. As blitzes terão início imediatamente após o término dos jogos. Ou seja, serão realizadas fora do horário convencional, ainda com o dia claro", garantiu o coordenador da oepração, tenente-coronel Marco Andrade.

O planejamento das ações da Operação Lei Seca para a Copa inclui nove equipes de fiscalização, com cerca de 200 agentes, e cinco de educação, compostas por 50 pessoas, incluindo voluntários cadeirantes. Os motoristas recebera?o material informativo, ventarolas e adesivos, destacando os riscos da mistura de álcool e direção.

"O objetivo é lembrar que e? importante comemorar, mas com segurança", afirmou Marco Andrade.

Os jogos no Maracanã também vão merecer atenção especial. Nos demais dias, a operação mantém seu cronograma inalterado.

Você pode gostar