Por paulo.gomes

Rio - Alessandro Florido Barbosa, de 38 anos, que esfaqueou e matou a ex-mulher, Shirlei Rodrigues Cavalcante, de 26 anos, e depois tentou se matar, segue internado no Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea. Segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde, ele está lúcido e seu quadro clínico está se estabilizando, mas inspira cuidados. Alessandro cometeu o crime na noite de terça-feira, numa galeria comercial onde a vítima trabalhava como manicure, na Avenida Ataulfo de Paiva, no Leblon, Zona Sul do Rio.

Shirlei Rodrigues Cavalcante e Alessandro Florido Barbosa foram casados e ele não aceitava o fim do relacionamento. Ela foi morta a facadas pelo ex-marido na noite de terça-feira, no LeblonReprodução Facebook

Policiais do 23ºBPM (Leblon) foram até o local quando encontraram Alessandro tentando cortar o próprio pescoço com a faca. Segundo conhecidos de manicure, o acusado não aceitava o fim do relacionamento do casal. Ele também estaria revoltado com a mudança de Shirlei de Cabo Frio para o Rio, e por ela ter pego o filho do casal, de oito anos, na casa da sogra para morar com ela, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

O caso está sendo investigado pela Divisão de Homicídios (DH/Capital) e Alessandro responderá por homicídio. A perícia foi realizada no local, imagens de câmeras de segurança estão sendo analisadas e testemunhas prestando depoimento.

Você pode gostar