Por felipe.martins

Rio - Policiais da 51ª DP (Paracambi) prenderam, na quinta-feira, um servente de pedreiro, de 32 anos, suspeito de cometer violência sexual contra as três sobrinhas de 12, 10 e 9 anos de idade. A prisão foi decretada pela Vara Única de Paracambi pelo crime de estupro de vulnerável. Ainda de acordo com a polícia, a menina mais velha foi estuprada mesmo grávida. 

Os estupros cometidos pelo tio das meninas ocorreram em 2013 no sítio onde o acusado morava com as vítimas e a irmã, mãe das garotas, na área rural da cidade. A menina de 12 anos estava grávida do ex-companheiro da mãe, que também a estuprou. Segundo a investigação, os abusos eram realizados na frente do filho do suspeito, de apenas cinco anos.

A mãe das meninas contou aos agentes que os estupros aconteciam quando ela não estava em casa. As vítimas contaram que esconderam a violência da mãe porque eram ameaçadas de morte pelo tio, que também dizia que mataria a mãe caso elas contassem o que se passava na residência.

O caso começou a ser investigado em março deste ano, data em que a mãe das vítimas tomou conhecimento dos fatos e procurou a distrital para denunciar o servente. Ela contou aos policiais que não poderia imaginar que o próprio irmão seria capaz de violência contra as sobrinhas.

Na delegacia, o suspeito confessou que violentava a menina mais velha, mas negou o estupro das crianças de 10 e 9 anos.

Caso seja condenado, a pena pode chegar a 15 anos de reclusão. Ele foi encaminhado ao sistema prisional. A polícia aguarda o laudo psicológico das duas meninas mais novas para anexar a documentação ao processo.

Você pode gostar