Quatro suspeitos morrem durante confronto com a polícia no Rola

Outros seis homens foram detidos. Em protesto de moradores, ônibus é incendiado e estação do BRT é depredada

Por O Dia

Rio - Uma operação da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) da Polícia Civil nas comunidades do Rola e Antares, em Santa Cruz, Zona Oeste do Rio, resultou na morte de quatro suspeitos na manhã desta terça-feira. De acordo com a polícia, os homens foram baleados em uma troca de tiros com os agentes. Outros seis suspeitos de envolvimento com o tráfico foram detidos.

Cerca de 30 agentes da Core participaram da operação de combate ao tráfico e mapeamento da região. O confronto que resultou na morte dos quatro suspeitos aconteceu na Favela do Rola, assim como a prisão dos seis homens. De acordo com a polícia, os baleados chegaram a ser socorridos, mas não resistiram aos ferimentos. Ainda na mesma comunidade a polícia apreendeu um fuzil 762, três pistolas e drogas.

Enviada via Whatsapp do DIA (98762-8248). Ônibus é incendiado nesta terça-feira durante protesto de moradores em Santa Cruz após operação policialFoto do leitor

Após a operação da Core, moradores depredaram a estação Cesarão 3 e queimaram um ônibus convencional em frente à Favela do Rola, em Santa Cruz, Zona Oeste do Rio. De acordo com o consórcio que opera o sistema, o trecho entre Santa Cruz e Campo Grande ficou fechado por cerca de três horas e meia para o transporte de passageiros. Os veículos voltaram a circular por volta das 17h.

As avenidas Cesário de Melo e Antares tiveram o tráfego de veículos interditado nos dois sentidos por pelo menos uma hora. De acordo com o Centro de Operações da Prefeitura, o trânsito segue intenso na região após a liberação das vias. Motoristas que seguem para Santa Cruz ou para Campo Grande podem utilizar a Avenida das Américas (em Guaratiba) ou Avenida Brasil. Agentes da CET-Rio orientam o trânsito.

Últimas de Rio De Janeiro