Turistas contarão com 31 postos de atendimento da RioTur durante a Copa

Prefeitura também vai instalar 3,7 mil placas de sinalização no entorno do Maracanã para orientação dos torcedores

Por O Dia

Rio - Com a expectativa de receber 850 mil turistas (450 mil brasileiros e 400 mil estrangeiros) durante a Copa do Mundo, de 12 de junho a 13 de julho, a Prefeitura do Rio anunciou nesta terça-feira as medidas para atender o público no Mundial. Além dos 14 postos de informação já existentes da RioTur, o órgão vai abrir mais 17 temporários para os visitantes, como em estações de BRT.

Também serão instaladas 3,7 mil placas de sinalização no entorno do Maracanã  para orientação dos torcedores. Conforme já havia sido anunciado, a RioTur estima que a movimentação econômica supere R$1 bilhão durante o evento.

"O público que vem à Copa do Mundo é diferente do que vem ao Carnaval e ao Reveillon. Eles vêm ao país para o evento e não para turismo. Temos que cativar essas pessoas e fazer com que elas voltem ao Rio", declarou o secretário municipal de Turismo, Antônio Pedro Figueira de Mello. 

A RioTur também vai orientar os turistas pelo internet: informações em inglês, espanhol e português estarão disponíveis no portal Rio Guia Oficial. 

31 postos de atendimento turístico

Os 17 postos temporários da RioTur serão abertos no Riocentro, Forte de Copacabana, Hotel Fasano, em sete estações do metrô, BRT Vicente de Carvalho, BRT Galeão 1, BRT Galeão 2 , BRT Alvorada e três no estádio do Maracanã. E o Rio conta com 14 quiosques pela cidade, como em Copacabana, na Lapa, nos aeroportos, na Barra da Tijuca, Leblon, Urca e Rodoviária Novo Rio. 

RioTur vai instalar postos temporários durante a Copa do Mundo em regiões com grande públicoDivulgação

Ao todo, 150 agentes de informação bilíngues serão alocados pelos 31 postos. A RioTur também vai contratar 1.500 voluntários que distribuirão panfletos informativos e bilíngues nos principais pontos turisticos. 

Além disso, os 32 mil taxistas do Rio receberão 40 mil folhetos informativos da RioTur para serem entregues aos turistas.


Últimas de Rio De Janeiro