Por thiago.antunes

Rio - Quando a bola rolar na Copa do Mundo, uma torcida cheia de fé vai entrar em campo — e até o Cristo Redentor estará presente. No dia 11, véspera do Mundial, às 20h, o Cristo vestirá as cores das bandeiras dos países que participam do evento, com uma iluminação especial. A cada projeção, será tocado um trecho do hino do país representado. A apresentação durará cerca de 30 minutos. Depois do espetáculo, o monumento só ficará nas cores brasileiras nos dias de jogos da Seleção — a estreia é dia 12.

O Cristo já está com a cara do Brasil. E ganha iluminação com as cores dos outros países a partir do dia 11Paulo Araújo / Agência O Dia

Botando muita fé no sucesso do Brasil e da Copa do Mundo, paróquias católicas estão preparando ambientes com telões e arquibancadas para assistir os jogos. Já igrejas evangélicas organizam ações de cidadania pelo Rio de Janeiro. O objetivo é fazer corrente pela Seleção Brasileira e, ao mesmo tempo, unir a comunidade religiosa.

Na Paróquia Divino Espírito Santo e São João Batista, na Tijuca, torcer já é tradição. Este ano serão servidas comidas típicas das seleções que estiverem jogando: no auditório será possível ver as partidas em um telão. Uma decoração com bandeirinhas verde-amarelas também dá o tom de otimismo. “Convidamos quem quer participar do evento a se inscrever na paróquia. A igreja costuma lotar em dia de jogos”, disse Cristiano Martins, da organização do evento.

Padre Ramon e fiéis da Igreja do Divino Espírito Santo%2C em Vila Isabel%3A telão para os jogos do BrasilDivulgação

Este ano, a Divino Espírito Santo contará com uma novidade: terá missas rezadas em outras línguas, a pedidos de comissões de católicos vindas da Rússia, da Espanha e do Chile para assistir a Copa. A Paróquia Nossa Senhora da Saúde, em Curicica, também prepara um espaço com telão para unir a comunidade de fiéis para a corrente pela Seleção Brasileira.

“Os padres e a paróquia entendem que o futebol também é uma forma de convívio dos católicos. O futebol une o povo”, afirma um frequentador da igreja, Daniel Mourão. Já o grupo evangélico Jovens Com Uma Missão, o Jocum, criou uma agenda de ações para combinar religião com a cidadania. Entre os eventos estão uma pintura da rua com o tema ‘Nossa Paixão Vai Além do Futebol’, no primeiro jogo, no dia 12 de junho, entre Brasil e Croácia, e a “flash mob” (dança coreografada) em Copacabana, dia 14 de Junho.

Gheybson e Mônica Silva%3A evangélicos do Borel preparam ações de cidadaniaDivulgação

O objetivo é mostrar aos turistas que o Brasil condena o tráfico humano, a exploração sexual e trabalho forçado. Eles preparam também um grande abraço ao Maracanã, no dia 21. Segundo o organizador das ações, David Barreto, o objetivo é celebrar o amor ao Evangelho junto com o amor à Seleção: “Vamos espalhar a paz e orar para que dê tudo certo na Copa”.

Você pode gostar