Por paloma.savedra

Rio - Após quatro horas de manifestação e bloqueio da Rua Pinheiro Machado, o Batalhão de Choque da Polícia Militar avançou contra os funcionários da Cedae, inclusive fazendo uso de bombas de efeito moral e gás lacrimogênio, com o objetivo de dispersá-los. Aproximadamente às 16h30, o tráfego de veículos foi totalmente liberado nos dois sentidos da via. Às 18h, representantes do governo divulgaram que os trabalhadores serão recebidos para uma assembleia no Palácio Guanabara na próxima segunda-feira.

>>> GALERIA: Funcionários da Cedae protestam pelas ruas de Laranjeiras

>>> LEIA MAIS: Protestos tomam as ruas do Rio às vésperas da Copa do Mundo

Funcionários da Cedae realizam nesta quinta-feira uma paralisação de 24 horas. Eles fizeram uma passeata pelas ruas de Laranjeiras%2C na Zona SulFabio Gonçalves / Agência O Dia

Durante a manifestação, os viadutos Engenheiro Noronha e Santiago Dantas Quental — que dão acesso à rua — estão fechados. Os motoristas que saíam do Túnel Santa Bárbara são orientados a seguir para a Rua das Laranjeiras. Houve congestionamento na Praia de Botafogo e os reflexos chegaram ao bairro do Santo Cristo, na Zona Portuária do Rio. 



Você pode gostar