Procon encontra baratas em mercado no Centro do Rio

Denúncias de consumidores levaram os agentes do órgão ao local. Ao todo, 174 kg de alimentos foram descartados

Por O Dia

Rio - Agentes do Procon estiveram nesta terça-feira no Mercado 2001, na Rua Sacadura Cabral, no Centro, para verificar denúncia feita por consumidores através do Disque Procon 151, segundo a qual baratas estariam circulando sobre os produtos do estabelecimento como, por exemplo, biscoitos. Os agentes confirmaram a denúncia e flagraram o mercado armazenando 174kg de alimentos impróprios para consumo.

Além disso, foram recolhidos e inutilizados no mesmo mercado 590g de queijo bola vencidos, além de 12kg de capa de filé, 20kg de carré, 40kg de ossobuco e 101kg de aparas de queijos, salames e presunto sem informações quanto ao prazo de validade.

Já no Mercadinho Pai D’Égua, localizado na mesma rua, o Procon constatou a falta de limpeza da padaria e das câmaras frigoríficas, bem como problemas no piso e na pintura do local. Os fiscais deram um período de 45 dias para que as melhorias sejam realizadas.

Na Academia Radar, a fiscalização encontrou um extintor de incêndio vencido desde março. O estabelecimento não mostrou novamente o certificado de funcionamento que deveria ter sido obtido junto ao Corpo de Bombeiros. Diante disso, ficou determinado prazo de 48 horas para que a documentação seja apresentada ao Procon Estadual.

Últimas de Rio De Janeiro