Com clima londrino, ingleses amargam derrota em pub carioca

Decepção em bar tradicional britânico contrasta com alegria uruguaia em Copacabana

Por O Dia

Rio - Em uma tarde de temperatura londrina, os ingleses praticamente garantiram a volta mais cedo para casa. Com frio e chuva pela cidade, a torcida acompanhou com decepção a derrota da seleção da Inglaterra. Em festa, os uruguaios esquentaram o clima e até arriscam prever uma reedição da final da Copa de 1950, entre a Celeste e a Canarinho no Maracanã.

Um dos pontos de encontro da torcida britânica durante a partida foi o Lord Jum, um típico pub inglês na Rua Paul Redfern, em Ipanema. Como se estivessem no Reino-Unido, dezenas de torcedores cantavam juntos até que o primeiro gol uruguaio deixou o local em silêncio. “Nosso time deixa a desejar. Sei que não vamos muito longe, mas a marca da nossa torcida é a emoção, a paixão, e vamos continuar cantando até o fim”, comentou o londrino Gray Warner, 28.

Os cantos e a festa dos ingleses no pub foram substituídos por silêncio e tristeza após os gols do UruguaiCacau Fernandes / Agência O Dia

No intervalo, o semblante de tristeza dos ingleses contrastava com a alegria dos torcedores uruguaios, que exaltavam o nome de Luis Suárez, autor dos dois gols da Celeste. Em um bar de Copacabana, cheios de otimismo, eles lembram da história para provocar os brasileiros. “Contra a Costa Rica foi um treino. De agora em diante, ninguém vai parar a gente. Brasil, aguarde um novo Maracanazo”, disse o uruguaio Oscar Acol, 36.


Últimas de Rio De Janeiro