Mãe do bebê que morreu em incêndio no Complexo do Alemão será indiciada

Em depoimento, mulher revelou que dormiu, deixando o fogão ligado

Por O Dia

Rio - A mãe do bebê que morreu no Morro do Alemão, cujo nome não foi divulgado, deverá ser indiciada por homicídio culposo (sem intenção de matar), caso fique comprovada sua suposta negligência no caso, de acordo com o delegado Felipe Curi, da 45ª DP (Complexo do Alemão). Em seu depoimento, a mulher revelou que dormiu, deixando o fogão ligado.

Segundo testemunhas, um vizinho notou o incêndio e tentou salvar a criança, que recebeu os primeiros socorros na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) da região e depois foi encaminhada para o Hospital Getúlio Vargas, na Penha. Ela não resistiu às queimaduras, que atingiram 75% de seu corpo. A mãe teve apenas ferimentos leves.

Os peritos tiveram dificuldades para chegar ao local do incêndio, por causa de criminosos. Os agentes pediram auxílio da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core) da Polícia Civil.

Últimas de Rio De Janeiro