Presidente da Alerj está no Rio, após receber alta de hospital em Rio Bonito

Deputado estadual Paulo Melo passou por cirurgia ortopédica, após torcer o pé enquanto tentava se proteger de tiroteio em seu sítio. Em invasão na casa de parlamentar, dois seguranças foram baleados

Por O Dia

Rio - O presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), Paulo Melo (PMDB), veio para o Rio de Janeiro, na manhã deste domingo, após passar por cirurgia ortopédica no Hospital Darcy Vargas, em Rio Bonito, durante a madrugada. O parlamentar torceu o pé ao tentar se proteger de um tiroteio em seu sítio.

Bandidos invadiram, por volta das 23h30 de sábado, a propriedade de Paulo Melo, na zona rural da cidade Região Metropolitana do Rio. Dois policiais militares, que são seguranças do deputado, foram baleados na ação. De acordo com a esposa de Melo, a prefeita de Saquarema, Franciane Mota, que também estava no interior do sítio, o deputado quebrou o dedão do pé ao tentar se proteger dentro de casa.

Sangue no interior do sítio do deputado Paulo Melo, em Rio BonitoDivulgação

"Escutamos barulho e pensamos que fossem fogos, morteiros, quando percebemos que, na verdade, se tratava de um tiroteio. Tentamos nos esconder dentro de casa e na correria o Paulo acabou sofrendo uma queda e fraturou o dedo do pé", contou a prefeita.

A informação contradiz o que anteriomente policiais do 35º BPM (Itaboraí) afirmaram. Segundo eles, o parlamentar teria quebrado o pé ao fugir por uma mata perto da propriedade. Investigadores não descartam a hipótese de atentado.

Ainda segundo as informações iniciais, os sargentos Marcelo Ferreira Neves e Edgar Antunes Leite levaram um tiro na perna e nas nádegas, respectivamente. Os três foram submetidos à cirurgia no Hospital Darcy Vargas, no Centro de Rio Bonito. Ainda não há informações sobre o estado de saúde deles.

Projéteis encontrados no interior do sítio do presidente da AlerjDivulgação

O crime no distrito de Lavras ocorreu a cerca de 300 metros de onde René Senna, que ficou conhecido como milionário da Mega-Sena, foi morto em janeiro de 2007. Paulo Melo tinha acabado de disputar uma partida de futebol com amigos no próprio sítio. Quando ele ouviu os tiros, teria corrido para fugir dos disparos.

Ainda não há informação sobre os bandidos. Policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) foram acionados para Rio Bonito. Agentes de várias delegacias da região já estão na cidade. Um helicóptero da PM está ajudando na tentativa de localizar os criminosos.

Últimas de Rio De Janeiro