Ex-presidente Lula pressiona Crivella para que aceite ser vice de Lindbergh

O principal argumento é o pouco tempo que o senador pelo PRB, segundo colocado nas últimas pesquisas, terá na TV

Por O Dia

Rio - O quadro eleitoral do Rio promete mais novidades: o ex-presidente Lula e a direção nacional do PT passaram a pressionar o senador Marcelo Crivella (PRB) para que ele desista de sua candidatura ao governo e aceite ser o vice de Lindbergh Farias. A decisão deverá ser anunciada ainda nesta terça-feira.

O principal argumento é o pouco tempo que Crivella, segundo colocado nas últimas pesquisas, terá na TV. Como não fez alianças, ele ficaria com menos de um minuto, contra dez minutos de Pezão e cinco de Lindbergh.

Vice e ministros

O PT também acena com a possibilidade de Crivella, mesmo se for eleito vice-governador, assumir um ministério importante num eventual novo governo Dilma.

Segundo turno já

Diante da polarização entre as candidaturas de Pezão e Lindbergh, há quem aposte na desistência de Garotinho, que, isolado, teria apenas cerca de dois minutos na TV.

O dono dos aumentos
Cesar Maia irritou deputados estaduais da base governista ao se apresentar como responsável pelas propostas de aumentos de salário do funcionalismo. Muitos chegaram a deixar o plenário, o que impediu que alguns dos projetos fossem votados.

Aleluia

Por 25 a 24 votos, a oposição conseguiu aprovar emenda do deputado Comte Bittencourt (PPS), que obriga o Estado a aplicar 6% da receita líquida em universidades estaduais, como já determina a Constituição do Rio.

O argentino e a mala

Ao chegar a Buenos Aires, um argentino descobriu que a chave da mala que comprara no Rio havia ficado na loja. Registrou a queixa no site Procon-RJ, que determinou seu envio ao dono.

Últimas de Rio De Janeiro