Por paulo.gomes

Rio - Uma criança de quatro anos morreu na manhã desta quarta-feira, após ser baleada na cabeça, durante confronto entre policiais do 41ºBPM (Irajá) e traficantes no Morro da Quitanda, em Costa Barros. De acordo com informações da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), ele deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Costa Barros por volta das 9h45 já sem vida.

Manifestações perdem força na Copa do Mundo

Moradores se revoltaram com morte de criança em Costa Barros e depredaram ônibusAlessandro Costa / Agência O Dia

Revoltados com a morte do menino, moradores da comunidade fecharam a Estrada de Botafogo e depredaram um ônibus. O policiamento está reforçado no local.

Estações de trem e metrô são fechadas devido a protesto

Por conta de uma manifestação em Costa Barros, estações da SuperVia e do Metrô foram fechadas na manhã desta quarta-feira. De acordo com a concessionária de trens, a circulação foi interrompida às 11h no trecho entre as estações Barros Filho e Costa Barros, do ramal Belford Roxo, devido à presença de manifestantes na via férrea. Às 14h00, a Estação Costa Barros foi reaberta e a circulação no ramal normalizada.  

Os trens que partiam da estação Central do Brasil seguiam até a estação Barros Filho e os de Belford Roxo seguiam até a estação Pavuna/ São João de Meriti. O Grupamento de Polícia Ferroviária (GPFer) foi acionado e passageiros eram avisados pelo sistema de áudio dos trens e das estações.

Já no metrô, a Estação Engenheiro Rubens Paiva foi fechada por volta de 11h25 por medidas de segurança. A circulação só funcionava no trecho entre as estações Botafogo e Irajá. A Estação Rubens Paiva foi reaberta por volta de meio-dia.

Você pode gostar