Último dia para vistoria de prédios

Só 6% cumpriram exigência até segunda-feira. Multa chega a cinco vezes o IPTU

Por felipe.martins

Rio - Os síndicos que não entregarem até a meia-noite de hoje o laudo de autovistoria do seu prédio podem começar a correr contra o tempo e a rezar para santo forte. A partir de quarta-feira, a prefeitura irá notificar, por amostragem, os edifícios que não fizeram a autovistoria e dará 30 dias de prazo para o responsável resolver o problema. Depois disso, multará o condomínio em cinco vezes o valor de referência do IPTU daquele prédio (o valor da multa dobrará a cada 30 dias). Quem não receber a notificação pode apresentar o laudo sem receber multa.

Até o fim da tarde de segunda-feira, pouco mais de 6% dos prédios passaram pela autovistoria. Dos 270 mil imóveis registrados na prefeitura, apenas 16.853 tinham apresentado o laudo, via internet. O bairro de Copacabana foi o que mais cumpriu a exigência, embora os números ainda sejam pífios: 1.824. Em segundo lugar ficou a Tijuca, com 1.462 laudos entregues, e em décimo está o Flamengo, com tímidos 419.

“A autovistoria é fundamental para a segurança dos próprios moradores. Pode evitar problemas mais sérios e até mesmo representar uma economia para o condomínio, evitando obras emergenciais e mais complexas. O ideal é que nenhum imóvel fosse multado. O que a gente quer é ajudar a garantir a segurança das pessoas”, afirma o secretário municipal da Casa Civil, Guilherme Schleder.

Segundo a presidente da Associação Brasileira de Administradoras de Imóveis (Abadi), Débora Mendonça, não houve reclamações de síndicos sobre possíveis dificuldades na transmissão de dados, via internet, para o site da prefeitura.

Últimas de Rio de Janeiro